Diplomatas apresentam versão 'enxuta' de texto do acordo de Paris

Sai primeira indicação do que poderá ser o texto da Conferência do Clima de Paris, que ocorrerá em dezembro. O documento tem 18 páginas e levanta muitas perguntas. Do Observatório do Clima
Printer-friendly version

O Lego mais importante do mundo teve sua primeira tentativa de montagem publicada nesta sexta-feira (24/07). Os dois presidentes do grupo de diplomatas encarregado de formatar o texto do acordo de Paris apresentaram às Nações Unidas o rascunho inicial da sua proposta.

Na verdade, segundo Ahmed Djoghlaf e Daniel Reifsnyder apressaram-se em dizer, trata-se de uma “não-proposta” – ou, no palavreado peculiar da Convenção do Clima da ONU, um “non-paper”, ou documento extraoficial, apenas para consulta pelos países-membros. Tipo, “dá uma espiada aí e me diz se está bom”. O novo texto foi batizado de “Ferramenta dos Co-Presidentes”.

A tal Ferramenta contém um documento de 18 páginas que buscou resumir as 85 páginas do texto de negociação para a COP21, a conferência de Paris, cumprindo uma missão que aparentemente viola as leis da física: criar a estrutura do novo acordo do clima num documento enxuto, mas sem excluir nada do que foi proposto no texto original. Mal comparando, equivale a montar um Lego complexo a partir de instruções sem detalhe, com cinco vezes mais peças que o necessário e sem deixar sobrarem bloquinhos soltos no final do processo.

Leia toda a reportagem no site do Observatório do Clima

Cláudio Ângelo
Observatório do Clima
Imagens: