ISA e outras organizações da sociedade civil exigem mudanças em programa federal de energia

Esta notícia está associada ao Programa: 
Em nota, redes e organizações da sociedade civil, entre elas o ISA, criticam o Programa de Investimento em Energia Elétrica (PIEE), lançado pela presidente Dilma na semana passada, e exigem mudanças que priorizem energias renováveis alternativas (eólica, solar, biomassa)
Printer-friendly version

Em nota, redes e organizações da sociedade civil, entre elas o ISA, criticam o Programa de Investimento em Energia Elétrica (PIEE), lançado pela presidente Dilma na semana passada, e exigem mudanças que priorizem energias renováveis alternativas (eólica, solar, biomassa).

"O anúncio do PIEE poderia ter indicado novos rumos para o setor elétrico brasileiro, possibilitando a correção de erros que levaram à atual crise do setor: em particular, a elevada dependência em relação a hidrelétricas, altamente vulneráveis a secas que se agravam com as mudanças climáticas, e à utilização de termelétricas movidas a combustíveis fósseis que têm aumentado as contas de energia elétrica do consumidor, enquanto aumentam as emissões de gases de efeito estufa do país", diz o texto, assinado pela Frente por uma Nova Política Energética para o Brasil, Campanha Energia para a Vida e o Fórum Brasileiro de ONGs e Movimentos Sociais (FBOMS), entre outros.

Leia o documento.

ISA