Brasil registra meta para Paris

Versão para impressão
Do Observatório do Clima

O Brasil registrou junto às Nações Unidas sua contribuição para o acordo do clima, anunciada no domingo pela presidente Dilma Rousseff. A INDC (Contribuição Nacionalmente Determinada Pretendida) do país inclui reduzir em 43% as emissões de gases de efeito estufa em 2030 em relação aos níveis de 2005, alcançar 45% de energias renováveis (incluindo hidrelétrica), zerar o desmatamento ilegal em quinze anos e restaurar 12 milhões de hectares de florestas.

O Observatório do Clima analisou o anúncio feito pela presidente Dilma, com os aspectos positivos da proposta e também os temas em que o país deixou a desejar em relação ao seu potencial de redução de emissões. O ponto fraco da INDC são as medidas anunciadas para preservação e recuperação de florestas. Leia mais.

Comentários

O Instituto Socioambiental (ISA) estimula o debate e a troca de ideias. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião desta instituição. Mensagens consideradas ofensivas serão retiradas.