Dilma anuncia metas do Brasil para o clima em conferência da ONU

Versão para impressão

Na Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustenetável, em Nova York, nesta manhã de domingo, a presidente Dilma Rousseff anunciou as metas do Brasil para o acordo do clima de Paris (COP-21), as chamadas INDCs (Contribuições Pretendidas Nacionalmente Determinadas).


Dilma afirmou que até 2025, o Brasil se compromete a reduzir em 37% as emissões de gases de estufa e em 43% até 2030. Em ambos os casos o ano base é 2005. Em relação ao uso da terra e agropecuária as metas são:
1- fim do desmatamento ilegal
2- restauração e reflorestamento de 12 milhões de hectares
3- recuperação de 15 milhões de hectares de pastagens degradadas
4- integração de 5 milhões de hectares de lavoura-pecuária-florestas
Na área de energia, Dilma afirmou que o objetivo é ambicioso: garantia de 45% de fontes renováveis no total da matriz energética brasileira. "Note-se que no mundo a média é de apenas 13% e na OCDE de apenas 7%", disse.

(Foto: Agência Brasil)

Comentários

O Instituto Socioambiental (ISA) estimula o debate e a troca de ideias. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião desta instituição. Mensagens consideradas ofensivas serão retiradas.