O adeus de Takumã

Versão para impressão

O mais conhecido e o mais célebre pajé do Alto Xingu se foi aos 82 anos. Takumã Kamaiurá que aparece à direita na foto de Sebastião Salgado, ao lado do filho Kotoki, vivia na aldeia Ipavu, e sempre foi muito influente no Alto Xingu, tanto do ponto de vista espiritual quanto político. Ele fez parte do arco de alianças dos irmãos Villas Bôas, que batalharam pela criação do Parque do Xingu, em 1961 e suas histórias de pajelança corrreram o mundo. O indigenista e secretário executivo do ISA, André Villas-Bôas, que o conheceu, conta que sua ascendência política dentro do Parque do Xingu sempre foi muito forte e que foi com Takumã que o cacique kaiapó Raoni fez seu aprendizado de pajé. Ele deixa o filho, Kotoki, e a filha, Mapulu, ambos importantes lideranças kamaiurá da aldeia Ipavu.

Comentários

O Instituto Socioambiental (ISA) estimula o debate e a troca de ideias. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião desta instituição. Mensagens consideradas ofensivas serão retiradas.