Rede Mata Atlântica contesta revisão de lista de espécies da fauna ameaçadas

Versão para impressão

A lista foi divulgada em 17 de dezembro pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) e é resultado do trabalho de 200 instituições e 1 383 especialistas da comunidade científica. Entretanto, em 8 de janeiro, uma reunião entre o setor produtivo da pesca industrial com o MMA e o MPA deu origem a um Grupo de Trabalho (GT) que, em até 30 dias, pretende reavaliar a lista. A RMA, em nota, contesta a necessidade e a legitimidade dessa revisão. Leia a nota na íntegra

Comentários

O Instituto Socioambiental (ISA) estimula o debate e a troca de ideias. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião desta instituição. Mensagens consideradas ofensivas serão retiradas.