Cai mortalidade indígena no MS e é criado programa de monitoramento da biodiversidade. Veja os destaques da semana

Versão para impressão

Na segunda (4/9), o Ministério da Justiça declarou a TI Tapeba, em Caucaia (CE), a primeira do governo Temer. Na terça (5/9), o Ministério das Minas e Energia publicou portaria (nº 357) que suspende a análise dos processos minerários na área da Renca. A decisão, tomada em resposta à mobilização popular e à ação movida pela Justiça Federal, não substitui o decreto de extinção da área publicado por Temer.

Confira o que mais aconteceu com os povos indígenas, quilombolas, populações tradicionais e Unidades de Conservação na semana de 2 a 8 de setembro no Fique sabendo!

No Mato Grosso, um incêndio já queimou 15% de terra dos Bororo (Boe)

O incêndio que atinge a TI Tadaramina, localizada no município de Rondonópolis (MT) e habitada por cerca de 600 Bororo (Boe), completou uma semana no dia 5. O fogo já queimou cerca de 1500 hectares, equivalente a 15% da Terra Indígena. Proprietários vizinhos fizeram aceiros para prevenir que o fogo se propague. Segundo o Batalhão de Emergências Ambientais (BEA), no final de semana outros dois incêndios também eram combatidos pelo Corpo de Bombeiros no Mato Grosso: um no Parque Estadual da Gruta Azul, em Nobres, e outro no Parque Estadual Ricardo Franco, em Vila Bela da Santíssima Trindade. Saiba mais.

Grutas e pinturas rupestres são encontradas em aldeia do povo Apiaká

Pesquisadores do Museu Vale do Arinos e do Instituto Ecuman, acompanhados pelo coordenador regional da Funai e por duas lideranças do povo Apiaká, localizaram seis sítios arqueológicos na região da aldeia Matrinxã, no município de Apiacás (MT). A viagem foi organizada após moradores da aldeia informarem a existência de grutas e cavernas com pinturas rupestres. Durante a expedição foram encontradas gravuras, cerâmicas e manchas de combustão que dão indícios sobre os povos que habitaram a região há cerca de 500 anos.
Saiba mais.

Conversão dos Xavante reabre polêmica

Uma foto divulgada na semana em que um pastor evangélico aparece comemorando a conversão dos Xavante da TI Areões provocou reações nas redes sociais a reacendeu o secular debate sobre os problemas do proselitismo. Saiba mais.

Jovens paumari produzem narrativa digital

Ocorreu no Museu do Índio (RJ), entre os dias 28 de agosto e 1 de setembro a Oficina de Desenho Digital na língua povo Paumari. Como resultado, dois alunos - Zedequias Joro Marques de Souza Paumari (16 anos) e Renildo Viko Lopes da Silva Paumari (22 anos) - produziram a ilustração digital Basori varani hini hida - A História do Boto e da origem das plantas cultivadas, disponível no Youtube. Saiba mais.

Mato Grosso do Sul registra menor índice de mortalidade infantil desde 1999

Levantamento realizado pela Divisão de Atenção à Saúde Indígena (Diasi), do Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei-MS), registrou 13,63/1000 óbitos de crianças de até um ano em aldeias no Mato Grosso do Sul. O levantamento foi feito com base em dados do primeiro semestre de 2017. Os coeficientes ainda podem ser revistos, mas segundo o coordenador do Dsei-MS, Edemilson Canale, a redução é motivo de comemoração. Saiba mais.

Saiu nos Diários Oficiais

Programa Nacional de Monitoramento da Biodiversidade é instituído

Na quarta (4/09), o ICMBio publicou no DOU a Portaria (nº 3), que cria o programa voltado ao monitoramento da biodiversidade e serviços ecossistêmicos associados. Seu objetivo é subsidiar a avaliação da efetividade das estratégias de conservação ambiental, adaptação às mudanças climáticas e proteção às espécies ameaçadas de extinção previstas no SNUC. O programa Monitora será composto inicialmente por três grandes subprogramas Terrestre, Aquático/Continental e Marinho/Costeiro. A meta é alcançar todos os biomas no país até 2022.

Conselhos gestores de UCs criados ou modificados

Foi criado nesta semana o conselho consultivo do Parque Nacional Serra de Itabaiana, em Sergipe. Também foram publicadas portarias de modificação dos conselhos gestores da Área de Proteção Ambiental Baleia Franca, em Santa Catarina, e da Reserva Biológica das Perobas, no Paraná.

O conselho gestor de uma UC federal é uma instância formalmente instituída por meio de Portaria do ICMBio e sua função é constituir um fórum democrático de diálogo, valorização, participação, controle social e gestão da unidade. Acompanhe a publicação dos editais de chamamento para as instituições públicas, privadas e da sociedade civil no site do ICMBio. Veja nosso placar com os cômputos sobre implementação de UCs no Brasil).

Imagens: 

Comentários

O Instituto Socioambiental (ISA) estimula o debate e a troca de ideias. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião desta instituição. Mensagens consideradas ofensivas serão retiradas.