Pequi dos índios do Xingu

Versão para impressão

O Pequi dos índios do Xingu é uma fruta tradicional muito importante na sua alimentação cotidiana. Ao longo de séculos as variedades desta árvore foram melhoradas pelo manejo indígena para diversos usos, obtendo oito diferentes variedades, incluindo o desenvolvimento de uma sem espinho. O óleo de pequi puro, virgem, extraído a frio pelo método tradicional do povo Kĩsêdjê, da Terrra Indígena Wawi, nos limites do Parque Indígena do Xingu, preserva os aromas e sabores característicos da fruta. A colheita do pequi é motivo de muita festa e alegria, sendo elemento fundamental para a vida xinguana. O óleo do pequi é indicado para utilização culinária, cosmética e medicinal.

Saiba mais no site da Associação Rede de Sementes do Xingu e assista ao Globo Rural "Os índios Kuikuros e a festa do pequi (2010)"

Agrobiodiversidade: gente que planta futuro

No último dia 5 de junho celebramos o Dia Internacional do Meio Ambiente. Para comemorar, o ISA preparou um mês inteiro de conteúdos especiais sobre um tema importantíssimo para o futuro do planeta e dos povos: a agrobiodiversidade. O papel dos povos indígenas e populações tradicionais na manutenção da diversidade de espécies cultivadas é a garantia, não só de seu sustento, mas do direito de todos nós a um meio ambiente equilibrado.

Acompanhe a página do ISA no Facebook, no Instagram e o nosso conteúdo especial sobre Agrobiodiversidade.

Comentários

O Instituto Socioambiental (ISA) estimula o debate e a troca de ideias. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião desta instituição. Mensagens consideradas ofensivas serão retiradas.