Reserva Extrativista Mata Grande, no Maranhão, garante recursos às comunidades locais

Versão para impressão

A Reserva Extrativista (Resex) Mata Grande, localizada no Maranhão (município de Imperatriz), foi criada há 22 anos no dia 20 de maio de 1992. Sua área representa aproximadamente 11 mil hectares de cerrado dentro dos limites da Amazônia Legal.

A sua criação visou garantir a preservação dos babaçuais e assegurar o acesso sustentável a esse recurso pelas comunidades locais. Esta Resex tem um papel fundamental para proteger os meios de vida e reprodução cultural das Quebradeiras de coco babaçu residentes próximas à margem direita do rio Tocantins, no Maranhão. Vale destacar que a Resex está inserida numa das regiões de grande pressão econômica e de recursos naturais, com alta índice de desmatamento histórico

Por meio desta unidade de conservação, cerca de 91 famílias são atualmente beneficiadas pelo Bolsa Verde, segundo o Ministério do Meio Ambiente, sendo que têm na coleta de frutos do cerrado e das Matas de Babaçu suas principais atividades produtivas.

Saiba mais sobre a Reserva Extrativista Mata Grande e conheça o Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu.

Comentários

O Instituto Socioambiental (ISA) estimula o debate e a troca de ideias. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião desta instituição. Mensagens consideradas ofensivas serão retiradas.