ISA apresenta experiências do Rio Negro em Conferência da FAO sobre pesca

Versão para impressão

De 26 a 28 de janeiro, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO-ONU) promove em sua sede, em Roma, a Conferência Global sobre pesca em águas continentais, patrocinada pela Universidade do Estado de Michigan (MSU-EUA). Estarão em debate a pesca comercial, de subsistência, a aquicultura e a pesca de lazer.


Os diferentes aspectos do tema serão abordados por representantes de diversos países (europeus, latino-americanos, norte-americanos, asiáticos e africanos) sob diferentes ângulos tais como avaliação biológica, social e econômica, política e governança. O agrônomo Pieter Van der Veld e a antropóloga Camila Barra, ambos do Programa Rio Negro do ISA, participam do evento, apresentando dois trabalhos: um pôster sobre pesquisas participativas e o manejo sustentável de pesca junto aos povos indígenas do Alto Rio Negro (AM)- no item que diz respeito à avaliação biológica - e uma apresentação sobre a experiência inovadora de regularização do turismo de pesca esportiva em Terras Indígenas no Médio Rio Negro, no item Política e Governança.

Intitulada “Pesca esportiva e modos de vida tradicionais: desafios e perspectivas para um Plano de Gestão Integrada de Áreas Protegidas na Amazônia”, a apresentação avalia a experiência e discute bases para a regularização do turismo de pesca esportiva, como uma estratégia que garanta a gestão do território, o manejo e monitoramento dos recursos e a segurança alimentar dos povos indígenas e tradicionais (saiba mais sobre essa experiência). Veja aqui o pôster.

Comentários

O Instituto Socioambiental (ISA) estimula o debate e a troca de ideias. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião desta instituição. Mensagens consideradas ofensivas serão retiradas.