Impactos de Belo Monte no Rio Xingu são tema de seminário em Altamira (PA)

Programa: 
Versão para impressão

O I Seminário Água, saneamento e energia: Os impactos da usina de Belo Monte no Rio Xingu reuniu, no dia 24/7, especialistas, representantes da prefeitura e políticos de Altamira (PA) para debater os impactos na qualidade da água do Rio Xingu depois que a barragem da terceira maior hidrelétrica do mundo estiver concluída. O seminário foi organizado pela Universidade Federal do Pará (UFPA) e contou com o apoio do ISA.

O evento entrou na programação do Planeta Estadão, que foi ao ar no sábado (26/7), às 18h, pela Rádio Estadão, do grupo “O Estado de S.Paulo”.

Durante o seminário, o vereador de Altamira João do Biscoito questionou a empresa ao lembrar que a Norte Energia S.A (dona da obra) foi multada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), em março deste ano, em R$ 2,5 milhões de reais, pela contaminação de um igarapé que alimenta o Xingu. A gerente do meio físico da empresa Norte Energia, Maria de Lourdes Kuller, admitiu que houve falhas em um equipamento da estação de tratamento provisória construída pela empresa. Confira os detalhes na reportagem da jornalista Letícia Leite, do ISA (ouça aqui).

Você pode ouvir o programa na íntegra (clique aqui). Nesta edição, a jornalista Paulina Chamorro falou também sobre a nova usina de reciclagem de lixo em São Paulo e sobre os 14 anos do Sistema Nacional de Unidades de Conservação.

Comentários

O Instituto Socioambiental (ISA) estimula o debate e a troca de ideias. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião desta instituição. Mensagens consideradas ofensivas serão retiradas.