Davi Yanomami convoca sociedade brasileira para mobilização em defesa de direitos indígenas

Esta notícia está associada ao Programa: 
Liderança faz apelo pela união de índios e não índios em defesa de direitos constitucionais de populações indígenas e tradicionais
Versão para impressão

O líder Yanomami Davi Kopenawa gravou um vídeo em que convoca povos indígenas, organizações indigenistas e sociedade em geral a participar da mobilização em defesa da Constituição, dos direitos de populações indígenas e tradicionais e do meio ambiente, prevista para a semana entre 30/9 e 5/10. No dia 5/10, a Constituição Federal completa 25 anos. No vídeo, Davi faz menção à necessidade de união de índios e não índios (veja abaixo).

A mobilização foi convocada pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) e tem apoio de organizações indigenistas e ambientalistas, entre elas o ISA, Conselho Indigenista Missionário (Cimi), Centro de Trabalho Indigenista (CTI) e Greenpeace.

Durante os dias de mobilização, ocorrerão manifestações em vários locais do País, em especial em frente ao Congresso, em Brasília. No dia 2/10, às 17h, já está marcado um ato público em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp), na avenida Paulista.

As principais reivindicações são a demarcação das TIs, em especial nos estados onde há mais conflitos entre índios e fazendeiros, a titulação de territórios quilombolas, a criação de Unidades de Conservação e o arquivamento de projetos legislativos e medidas contra os direitos indígenas e de outras populações tradicionais, como a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 215, o Projeto de Lei Complementar (PLP) 227 e a Portaria 303 da Advocacia-geral da União (AGU).

Saiba mais no blog da mobilização.

ISA
Imagens: 

Comentários

O Instituto Socioambiental (ISA) estimula o debate e a troca de ideias. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião desta instituição. Mensagens consideradas ofensivas serão retiradas.