Indígenas realizam seminário sobre mineração e hidrelétricas em Terras Indígenas em Roraima

Esta notícia está associada ao Programa: 
Evento promovido por organizações indígenas e indigenistas, como o ISA e o CIR, pretende discutir a realidade em outros Estados afetados com projetos, abrindo o debate entre lideranças indígenas e convidados
Versão para impressão

Acontece entre hoje e quinta (20 a 22/5), o Seminário sobre Mineração e Hidrelétricas em Terras Indígenas, na comunidade indígena Tabalascada, região da Serra da Lua, município de Cantá, a 26 km de Boa Vista (RR).

O objetivo é dar um panorama do contexto atual dos projetos de mineração e hidrelétricas em terras indígenas, além de apresentar a realidade em outros Estados afetados com tais projetos, abrindo o debate entre as lideranças indígenas e os convidados.

O evento conta com a presença de lideranças indígenas de Roraima, da Guiana e Venezuela, representantes da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (COIAB) e da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB). Haverá também a participação de representantes do Ministério Público Federal (MPF), do Fórum da Amazônia Oriental (FAOR) e diversas instituições públicas locais.

A iniciativa é de organizações indígenas e indigenistas que atuam em Roraima, o Conselho Indígena de Roraima (CIR), Hutukara Associação Yanomami (HAY), ISA e Conselho Indigenista Missionário (CIMI).

Para saber mais, clique aqui.

Ascom do CIR
ISA
Imagens: 

Comentários

O Instituto Socioambiental (ISA) estimula o debate e a troca de ideias. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião desta instituição. Mensagens consideradas ofensivas serão retiradas.