Luta dos povos indígenas no Brasil vira exposição digital

Esta notícia está associada ao Programa: 
Retrospectiva que cobre 36 anos de luta dos povos indígenas por seus direitos coletivos ganha o mundo em mostra interativa, com curadoria do ISA, no Google Arts & Culture
Versão para impressão

Depois de passar por Brasília (DF), São Paulo (SP), Manaus (AM) e Belém (PA), a exposição fotográfica Povos Indígenas no Brasil 1980-2016, que faz uma retrospectiva em imagens da luta dos povos indígenas por seus direitos, ganha agora uma versão digital, interativa e bilíngue na plataforma do Google Arts & Culture – acessível por computadores, tablets e celulares.

Lançada nessa segunda-feira (3), a exposição foi atualizada por ocasião da edição do livro Povos Indígenas no Brasil 2011/2016, que o ISA traz a público neste mês de abril. A mostra virtual é composta por fac-símiles de publicações, vídeos, áudios e 22 fotos, com momentos e personagens históricos do movimento indígena brasileiro, a maior parte delas publicada originalmente na imprensa ou nos volumes da série Povos Indígenas no Brasil – que é editada desde a década de 1980, primeiro pelo Centro Ecumênico de Documentação e Informação (Cedi) e, a partir de 1994, pelo ISA.

Os últimos 36 anos, cobertos pelas fotos da exposição, coincidem com o período em que os povos indígenas saíram da invisibilidade para entrar de vez no imaginário e na agenda do Brasil contemporâneo, um processo que teve como marco o capítulo dos direitos indígenas da Constituição de 1988. Entre outros temas, as imagens retratam a batalha pelo reconhecimento das Terras Indígenas; a resistência às invasões de garimpeiros e madeireiros; o apoio de artistas como Milton Nascimento; a apropriação das tecnologias de comunicação; e, especialmente, as mobilizações mais recentes contra os retrocessos em seus direitos.

“Pretende-se que essas imagens sirvam de referência para as narrativas dos seus protagonistas, assim como para o aprendizado das novas gerações”, comenta Beto Ricardo, do ISA, curador da exposição e editor do livro Povos Indígenas no Brasil 2011/2016.

Inaugurada em 2013 na Praça Externa do Museu Nacional em Brasília, a mostra fotográfica fez parte das comemorações dos 30 anos do Apoio Norueguês aos Povos Indígenas no Brasil e dos 25 anos da Constituição. O projeto foi uma realização da Embaixada da Noruega no Brasil e do Instituto Socioambiental (ISA).

Esta é a segunda exposição do ISA em parceria com o Google Cultural Institute, que já conta com a participação de mais de mil organizações e coloca histórias e coleções de todo o mundo ao alcance dos usuários da internet. A primeira apresentou a tradicional medicina do povo Yanomami. Além do computador, as exposições do ISA na plataforma também podem ser vistas em tablets e celulares por meio do aplicativo Google Arts & Culture, disponível para Android e iOS.

ISA
Imagens: 

Comentários

O Instituto Socioambiental (ISA) estimula o debate e a troca de ideias. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião desta instituição. Mensagens consideradas ofensivas serão retiradas.