Organizações exigem investigação sobre participação de deputados no ataque aos Guarani

Esta notícia está associada ao Programa: 
Em nota pública, diversas organizações indígenas e indigenistas exigem imediata investigação da participação de parlamentares no ataque aos Guarani Kaiowá do último sábado (29/8), em Antonio João (MS), que resultou na morte de Simião Vilhalva
Versão para impressão

Em nota pública divulgada nesta quinta-feira (3/9), organizações indígenas e indigenistas exigem a investigação imediata da participação de fazendeiros e políticos ligados à bancada ruralista do Congresso Nacional na morte de Simião Vilhalva, liderança Guarani e Kaiowá assassinada no município de Antônio João, no Mato Grosso do Sul no último sábado (29/08) (saiba mais).

A presidente do Sindicato Rural do município, Sra. Roseli Maria Ruiz, os deputados federais Luiz Henrique Mandetta (DEM) e Tereza Cristina (PSB), além do senador Waldemir Moka (PMDB), estiveram presentes na reunião que incentivou produtores rurais a organizar o ataque à comunidade indígena.
Leia a nota na íntegra

ISA
Imagens: 

Comentários

O Instituto Socioambiental (ISA) estimula o debate e a troca de ideias. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião desta instituição. Mensagens consideradas ofensivas serão retiradas.