Publicação mostra que é possível conciliar produção e conservação ambiental

Esta notícia está associada ao Programa: 
Com base em situações reais encontradas no Estado do Mato Grosso, o livro Plantar, Criar e Conservar: unindo produtividade e meio ambiente, relata que associar a diversificação das atividades agropecuárias com a intensificação da produção, o respeito aos recursos naturais e a geração de renda não são incompatíveis
Versão para impressão

Planejar uma propriedade rural adequando a produção agropecuária à conservação ambiental tanto do ponto de vista técnico quanto econômico é um desafio e tanto. É esse o tema da publicação Plantar, Criar e Conservar: unindo produtividade e meio ambiente, lançada pelo ISA e pela Embrapa com apoio da Usaid. A publicação, organizada por Natália Guerin e Ingo Isernhagen, traz uma coletânea de textos que aborda um conjunto de temas relevantes para a diversificação produtiva.

De forma didática, ilustrações e fotos mostram exemplos de restauração ecológica, explicando o que são categorias como APPs, RL e o que é restauração ecológica entre outros conceitos. Um resumo da legislação em vigor no que se refere à adequação ambiental das propriedades rurais abre o livro. Dois capítulos específicos apresentam o passo a passo da implantação de modelos e sistemas produtivos, com bom manejo de pastagens. E os dois capítulos finais tratam de apicultura e piscicultura, atividades que têm potencial de geração de renda e têm despertado interesse nos produtores da região.

Uma vasta bibliografia composta por publicações acessíveis à consulta e sites com informações está disponível aos leitores interessados. A publicação contou com o apoio da TNC (The Nature Conservancy), do EDF (Environmental Defense Fund), do Funbio e do ICV (Instituto Centro de Vida).

A publicação está disponível para download aqui.

ISA
Arquivos: 
AnexoTamanho
PDF icon livro-baixa.pdf3.79 MB

Comentários

O Instituto Socioambiental (ISA) estimula o debate e a troca de ideias. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião desta instituição. Mensagens consideradas ofensivas serão retiradas.