Saiba como ajudar indígenas e povos da floresta no combate ao coronavírus

Iniciativas em todo o Brasil reúnem doações de produtos e fundos para comunidades e aldeias, mais vulneráveis a infecções respiratórias
Versão para impressão

Todas as iniciativas estão reunidas no site https://covid19.socioambiental.org

É hora de nos unirmos contra o Covid-19. Com o avanço do novo coronavírus no Brasil, os principais órgãos de saúde recomendam à população o isolamento total, ou a chamada "quarentena". Essa orientação é ainda mais importante para quem tem um quadro de imunidade mais baixa e vive distante de hospitais.

É o caso de indígenas e outros povos da floresta, que estão se mobilizando para garantir o bem-estar de suas comunidades. Vaquinhas virtuais e contas bancárias foram disponibilizadas para garantir itens de higiene, alimentos e também dinheiro para os próximos meses.

Caso conheça alguma iniciativa que esteja fora da lista, envie as informações pelas nossas redes sociais:

Twitter
Facebook
Instagram



1. Apib (Articulação dos Povos Indígenas do Brasil)

"O momento é grave.

A humanidade vai enfrentar seus piores momentos desde a 2ª Guerra Mundial. Epidemias são terríveis para a sociedade, mas sabemos que para os povos indígenas o impacto é ainda maior. A gripe, a varíola e o sarampo foram algumas das doenças introduzidas em nossos territórios por não indígenas e que exterminaram muitos dos nossos antepassados.

O coronavírus é mais uma dessas ameaças. É preciso ter um olhar direcionado aos povos indígenas com o aumento da pandemia mundial. Os efeitos para nós podem ser devastadores! O nosso modo de vida comunitária pode facilitar a rápida propagação do vírus em nossos territórios caso algum de nós seja contaminado.

Doe agora para a Apib. Com o valor arrecadado vamos comprar alimentos, remédios e material de higiene para as nossas aldeias".




2. Apoie os povos do Território Indígena do Xingu

A ATIX-Mulher lança um chamado para levantar fundos e adquirir materiais básicos de higiene, ferramentas e produtos alimentícios para complementar a alimentação das famílias que estão isoladas em suas aldeias.

Há a necessidade de apoio especialmente para as mulheres indígenas, que são como guardiãs do bem-estar das famílias indígenas. Clique e faça uma doação: https://isa.to/3ceiiad




3. Campanha "A fome não espera"

A Apib, através de sua frente de trabalho de São Paulo, composto por lideranças indígenas e colaboradores não-indígenas e em parceria com o Instituto Akhanda, Greenpeace, Articulação Universidade e Povos Indígenas (AUPI), lançou campanha emergencial de aquisição de alimentos para os povos indígenas do estado. Veja na imagem como apoiar.




4. Comunidades Maxakali(MG)

As comunidades Maxacali de Aldeia Verde, Pradinho, Água Boa e Padrinho (MG) pedem apoio diante do avanço da pandemia de Covid-19. Clique na imagem para saber como fazer transferências bancárias.





5. Guarani Mbya (SP)

Com o Covid-19, os Guarani Mbya decidiram desocupar o terreno da Construtora Tenda para garantir a saúde de seu povo. Agora na Aldeia Jaraguá os indígenas precisam de ajuda para enfrentar o isolamento e o período de combate à epidemia. Saiba mais: https://isa.to/2xmgAEN



6. Caiçaras de Guaraú e Una, em Peruíbe (SP)

Parte da comunidade se autorreconhece caiçara e faz parte da União dos Moradores da Jureia. Buscam fundos para a distribuição de alimentos, produtos de higiene pessoal e equipamento de proteção individual (EPI). Consulte a imagem para colaborar.

7. Guaranis (SP)

Em São Paulo, no Pico do Jaraguá, os indígenas Guarani, que já têm poucos recursos, não podem sair das aldeias para comprar mantimentos e produtos de higiene. As feiras que eles costumam fazer para levantar verba foram canceladas devido à epidemia. Doações podem ser feitas na conta abaixo:

Agência: 0001
C/c: 330840-5
CPF: 438.462.128-06
Nome: Sophia Lopes Peres
Banco: Nubank



8. Ocupação baronesa, Centro de referência afroindígena do RS

Quem estiver em Porto Alegre pode ajudar fazendo doações de cestas básicas e ítens de higiene diretamente no ponto de coleta, na Travessa Comendador Batista, 26, Cidade Baixa. A imagem dá as coordenadas para depósitos bancários. A Ocupação Baronesa também lançou uma vaquinha virtual para destinar fundos para a Rede de Mulheres Indígenas Artesãs em Porto Alegre-RS, um coletivo de mulheres Guarani Mbya e Kaingang https://isa.to/3b0uhbp. Para mais informações, escreva para: urbanaindigena@gmail.com




9. Conselho Indígena de Roraima (CIR)

O Conselho Indígena de Roraima (CIR) iniciou uma campanha para arrecadar doações a comunidades indígenas como forma de auxílio durante a pandemia do novo coronavírus. Clique para mais informações: https://isa.to/2Js0I6c

10. Alimentação e Saúde para o Povo Xetá

O povo indígena Xetá historicamente sofreu com diversas violações de seus direitos que resultaram na perda de seu território. Todo o recurso será convertido em alimentação para as 36 famílias (190 pessoas) e subsídios com medicamentos. Veja aqui: https://isa.to/2xFAudO




12. Povos Indígenas do Sudeste na luta contra o coronavírus

A Comissão Guarani Yvyrupa e outros representantes de indígenas do Sudeste estão arrecadando alimentos em diversos pontos de coleta. Confira os endereços e descubra como fazer doações via transferência bancária no link: https://isa.to/2wUeewM



12. Frente pede doações para povos indígenas da região Sul do Brasil

A Frente Indígena e Indigenista de Prevenção e Combate do Coronavírus em Terras Indígenas da Região Sul do Brasil pede doações para famílias indígenas durante o período de isolamento social. Foram apresentadas necessidades e canais de ajuda aos Guarani, Kaingang, Laklãnõ/Xokleng, Xetá e Charrua. Clique para a vaquinha virtual: https://isa.to/2JyZbeY



13. Doações para os Guarani da Bocaina

A loja Canoa, o Fórum de Comunidades Tradicionais e o grupo Junta Comunitária Paraty lançaram campanha para arrecadar fundos para abastecer as aldeias Guarani da região da Bocaina durante a quarentena. A venda de artesanatos, apresentações culturais e visitação às aldeias precisaram ser interrompidas devido à pandemia de Covid-19. Veja como colaborar: https://isa.to/2wVAG8U



14. Colabore com o Povo Indígena Xakriabá

Diante da disseminação do coronavírus, foi criado um canal de apoio para o povo Xakriabá que vive no norte de Minas Gerais, no município de São João das Missões. A vaquinha virtual pretende resguardar a população, sobretudo os idosos. Para doar: https://isa.to/2V101q4




15. Rede de Solidariedade Tadarimana

Indígenas da etnia Boe-Bororo, de oito aldeias que formam a Terra Indígena Tadarimana, em Rondonópolis (MT), pedem transferências bancárias (clique na imagem) para comprar comida, itens de higiene e medicamentos. Há cerca de 180 famílias que precisam de ajuda. Para mais informações, escreva para Gilmar Trayto: traytowu.boe@gmail.com




16. Doação para a aldeia Kakané Porã

Por conta da crise da Covid-19, indígenas da aldeia Kakané Porã, no sul de Curitiba (PR), perderam seus empregos ou não podem vender artesanato. É possível fazer uma doação financeira ou doação de alimentos no ponto de coleta, na capital paranaense. Consulte o link: https://isa.to/39NJivx




17. Ajuda para o Quilombo dos Caetanos (CE)

As 85 famílias do Quilombo dos Caetanos, no Ceará, precisam de apoio para o combate ao coronavírus. O recurso será usado para comprar alimentos, produtos de higiene e para a produção de de máscaras. Doe no link: https://isa.to/3e2cQZV




18. Fundo de Solidariedade aos Kayapó Mekragnotire (Instituto Kabu)

As quase 300 famílias que vivem nas Terras indígenas Baú e Menkgranoti estão isoladas por conta da pandemia do coronavírus. Eles precisam de mantimentos como óleo, arroz e sal para complementar sua alimentação, e também de produtos de higiene.

O Instituto Kabu, organização criada pelos indígenas, que atua na região há mais de 10 anos, está buscando doações para manter os indígenas nas aldeias. Será montada uma logística de distribuição para que os produtos cheguem com segurança e sem contaminação a quem precisa. Doe aqui: https://isa.to/3c3fWuY




19. Doe para a aldeia Naô Xohã (MG)

Dezessete famílias Pataxó Hã-Hã-Hãe da comunidade Naô Xohã, eme São Joaquim de Bicas, Minas Gerais, tiveram de se isolar em suas terras, às margens do Rio Paraopeba, temendo ser contaminados pela Covid-19. Eles pedem apoio financeiro para cuidar da saúde e da alimentação. Consulte a imagem e clique no link para ler reportagem do Estado de Minas sobre a situação: https://isa.to/3aUWFM0


20. Ajude a Associação de Defesa Etnoambiental Kanindé

A Kanindé está recebendo doações para ajudar os povos indígenas da Amazônia em meio à pandemia de Covid-19. Todo o valor recebido será utilizado para comprar cestas básicas. Faça sua doação: https://isa.to/2VhcZ3b




21. Salve Krahô

Os Krahô, que vivem em área de Cerrado no Nordeste do Tocantins, pedem em campanha doações para enfrentar o novo coronavírus. São cerca de 3 mil pessoas reunidas em 40 aldeias que precisam de alimentos e itens de higiene em meio à pandemia. Confira as informações bancárias na foto.




22. Articulação dos Povos e Organizações Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo (Apoinme)

A Apoinme, que atua na defesa de 213 mil indígenas, tem uma vaquinha virtual para garantir alimentação e higiene nas aldeias. A página havia sido aberta para arrecadar fundos para o Acampamento Terra Livre (ATL), mas o evento, que iria acontecer entre 27 e 30 de abril, foi cancelado pela primeira vez em 16 anos. Clique para fazer sua contribuição: https://isa.to/2Xs1zfl




23. Apoio a comunidades quilombolas no Pará

Comunidades quilombolas de quatro municípios do Pará estão em isolamento, sem apoio e condições de vender seus produtos. Por meio do recém-criado Comitê Quilombola, foi aberta uma vaquinha virtual para garantir cestas básicas com alimentos e itens de higiene. Doe no link: https://isa.to/3ekPyyk




24. Ajude o Quilombo Santa Rosa dos Pretos (MA) a enfrentar a Covid-19

A campanha pretende arrecadar recursos para compra de itens de alimentação e montagem de cestas básicas para distribuição. São 700 famílias que precisam se isolar.

A comunidade quilombola Santa Rosa dos Pretos está localizada às margens da BR 135, no interior do Maranhão, e é reconhecida pela riqueza e força de sua cultura. Colabore para a quarentena da comunidade aqui: https://isa.to/3a9XDTk




25. Catingueiros, #TodosUnidos!

A Associação Caatinga pede doações para garantir a segurança alimentar das famílias de comunidades de Crateús (CE) e Buriti dos Montes (PI), no entorno da Reserva Natural Serra das Almas. O recurso arrecadado será utilizado para adquirir cestas básicas e itens de higiene em pequenos mercados da região. Confira no link: https://isa.to/34HT0Pk




26. Pankararu contra o coronavírus

A Associação Indígena Pankararu, em São Paulo (SP), está arrecadando itens de higiene pessoal, limpeza e alimentos não perecíveis para os cerca de 1,5 mil indígenas que vivem no bairro do Real Parque, zona sul. É possível fazer as entregas na própria entidade (veja endereço na imagem) ou com Arianne (011) 97269-0750.





27. Apoie a soberania alimentar do povo Kayapó (Instituto Raoni)

O Instituto Raoni organiza vaquinha virtual para arrecadar R$ 150 mil, que serão utilizados para a compra de ferramentas e insumos para preparo das roças, materiais para preparo de farinha e beiju, material para pesca e coleta de alimentos, produtos de higiene e suplementos alimentícios para 64 famílias. Doe no link: https://isa.to/2wXnb8F




28. Mulheres indígenas do Alto Rio Negro contra a Covid-19

A AMARN, Associação das Mulheres Indígenas Artesãs do Alto Rio Negro, formada por 60 famílias, não pode produzir suas peças de artesanato devido à pandemia de Covid-19. A Zagaia, que incentiva as ações de economia criativa desta entidade, está recebendo doações para a compra de cestas básicas. Contato:(92) 98122-1354/rozana@amazonzagaia.com.br

Banco: Bradesco (237)
Agência: 3142
Conta Corrente: 26585-3
CNPJ: 10.189.868/0001-35




29. Apoio aos povos indígenas do Ceará

A Federação dos Povos e Organizações Indígenas do ceará (FEPOINCE) pede doações para a compra de alimentos, materiais de higiene e equipamentos de proteção individual. Confira os dados para depósito na imagem.




30. Ajude a Aldeia Pataxó da Reserva da Jaqueira

O Instituto Pataxó de Etnoturismo lançou um chamado por doações para a comunidade Kârtenig, na Reserva da Jaqueira, em Porto Seguro, na Bahia. Consulte a imagem para saber como ajudar.




31. Arrecadação de alimentos para famílias indígenas de Rondônia

A Associação das Guerreiras Indígenas de Rondônia-AGIR abriu uma vaquinha virtual para pedir apoio para a compra de cestas básicas em benefício das famílias das mulheres indígenas do estado de Rondônia. Veja no link: https://isa.to/2XWGCcZ




32. Parque das Tribos pede ajuda para superar a quarentena

O Parque das Tribos, considerado o primeiro bairro indígena de Manaus, precisa de ajuda. São cerca de 700 famílias, sendo 80% indígenas de 35 etnias, que precisam de alimentação e ítens de higiene. É possível contribuir pela vaquinha virtual ou depósito bancário: https://isa.to/3bKIglK.




33. Indígenas do Baixo Tapajós contra a Covid-19

O Conselho Indígena Tapajós e Arapiuns (Cipa) lançou uma vaquinha virtual para arrecadar fundos para 13 povos, 70 aldeias e 19 territórios indígenas. A principal fonte de renda é o turismo, completamente interrompido pela pandemia de Covid-19. Clique no link: https://isa.to/3aEzu7T




34. Apoio aos Mbya Guarani do RS

O Movimento Construindo Consciente (Mova-C) faz vaquinha para arrecadar fundos para a compra de alimentos e material de higiene para aldeias Mbya Guarani do Rio Grande do Sul.A meta são R$ 15 mil. Contribua no link: https://isa.to/2VwxKcb




35. Centro de Cultura Sabuká Kariri Xocó

O Centro de Cultura Sabuká Kariri Xocó pede doações para mais de 40 famílias que vivem na Aldeia Kariri Xocó, em Porto Real do Colégio, Alagoas. Contato: Verena Hauschild,vehaus@hotmail.com.




36. Apoie os povos indígenas do Mato Grosso

A Federação dos Povos e Organizações Indígenas de Mato Grosso (FEPOIMT), representante dos 43 povos indígenas do estado, pede doações para comprar cestas básicas, materiais de higiene, álcool gel e máscaras para distribuirmos nos territórios. Acesse a vaquinha virtual no link: https://isa.to/2Kwzw78



37. Segurança alimentar para as aldeias do Vale do Ribeira (SP)

Dezoito aldeias Mbya Guarani e duas Tupi-Guarani pedem doações para garantir sua subsistência durante a pandemia de Covid-19. O dinheiro será usado na compra de alevinos, pintinhos e rações. Clique para doar: https://isa.to/2KWNlvR


Todas as iniciativas estão reunidas no site https://covid19.socioambiental.org


ISA

Comentários

O Instituto Socioambiental (ISA) estimula o debate e a troca de ideias. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião desta instituição. Mensagens consideradas ofensivas serão retiradas.