Sociedade civil defende plano de eletrificação para comunidades em regiões remotas da Amazônia

Carta com propostas e recomendações é assinada por organizações responsáveis pela “Feira-Simpósio Energia e Comunidades”, entre elas o ISA
Versão para impressão

As organizações responsáveis pela “Feira-Simpósio Energia e Comunidades – soluções energéticas para comunidades da Amazônia”, que aconteceu entre 25 e 28 de março em Manaus, divulgaram hoje uma carta aberta em que propõem um plano nacional de eletrificação para populações em locais remotos da Amazônia. A feira foi organizada pelo ISA e mais 12 organizações, redes e movimentos da sociedade civil.

O documento pede ainda um mapeamento completo dessas comunidades, a inserção de metas para seu atendimento no Plano Decenal de Energia do governo federal, no programa Luz para Todos e nos planos das empresas distribuidoras regionais. Na carta, as organizações assumem o compromisso de apoiar o Poder Público no mapeamento. O texto menciona ainda a necessidade de ajustar a legislação para garantir uma tarifa de luz adequada às formas de organização e produção econômicas comunitárias, entre outros pontos.

Leia a íntegra da carta.

ISA
Imagens: 
Arquivos: 
AnexoTamanho
PDF icon íntegra da carta629.92 KB

Comentários

O Instituto Socioambiental (ISA) estimula o debate e a troca de ideias. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião desta instituição. Mensagens consideradas ofensivas serão retiradas.