Publicações

Nesta seção estão relacionados os livros publicados pelo ISA, que estão à venda na lojinha virtual e/ou disponíveis para download, à exceção das agendas.

Exibindo itens de 101 - 162. 162 itens no total

Livros

Plante as árvores do Xingu e Araguaia - ed. atualizada

Autor / Organizador: Eduardo Malta Campos Filho (org.)

Iniciativa do Programa Xingu do ISA em colaboração com diversas instituições envolvidas com a Rede de Sementes do Xingu. Ricamente ilustrado com fotos de diversos autores, coletores e técnicos que trabalham na região traz um conjunto de informações de diferentes fontes sobre identificação, manejo de sementes, plantio e usos de árvores nativas da região dos rios Xingu, Araguaia e Teles Pires no Estado de Mato Grosso.

disponível para compra

Povos Indígenas no Brasil Tocantins / Sudeste do Pará - (Vol. 08)

Autor / Organizador: Carlos Alberto Ricardo

Trata da situação dos povos indígenas que vivem na porção leste do estado do Pará, na área de influência da bacia do Rio Tocantins (Asuriní do Tocantins, Parakanã, Gavião, Suruí, Xikrin do Cateté, Anambé, Amanayé, Tembé, Turiwara).Autor: (Carlos A. Ricardo (Coord.))

esgotado

Povos Indígenas no Brasil 1996/2000

Autor / Organizador: Carlos Alberto Ricardo

Panorama abrangente e comentado das políticas indígenas e indigenistas no período de 1996 a 2000. 832 páginas, 81 artigos, 1.713 notícias resumidas, 27 mapas, 270 fotos e mais documentos avulsos, grafismos e quadros. Capítulos temáticos e por região.Capítulo especial com narrativas indígenas, a propósito dos 500 anos do Descobrimento do Brasil.

esgotado

Povos Indígenas no Brasil 2001/2005

Autor / Organizador: Beto Ricardo e Fany Ricardo (organizadores)

Décimo volume de uma série iniciada em 1980 pelo Centro Ecumênico de Documentação e Informação (CEDI) e continuada pelo Instituto Socioambiental (ISA), a nova edição do livro Povos Indígenas no Brasil (2001-2005) traz um resumo comentado das políticas indigenistas, oficiais e não-governamentais e da política propriamente indígena no período. A publicação, apoiada em uma extensa rede de colaboradores voluntários, traz 178 artigos assinados, centenas de notícias extraídas e resumidas a partir de 125 fontes, além de cerca de 200 imagens fotográficas e 36 mapas. Todas essas informações e análises estão organizadas em seis capítulos temáticos e 19 regionais, num total de 866 páginas.

disponível para compra

Povos Indígenas no Brasil 2006/2010

Autor / Organizador: Carlos Alberto Ricardo/Fany Ricardo (org.)

A série iniciada em 1980 chega ao décimo-primeiro volume trazendo na capa o líder kayapó Raoni Metuktire, contundente em suas críticas contra a usina hidrelétrica de Belo Monte, na Volta Grande do Rio Xingu, no Pará. Desde os anos 1980, Raoni ergue sua voz contra o projeto que tornou-se obra símbolo do Programa de Aceleração do crescimento (PAC) no governo Lula e prossegue no governo Dilma Rousseff. Embora os Kayapó não sejam diretamente afetados pela barragem, a suspeita é que para garantir sua viabilidade econômica, outras usinas venham em seguida, alcançando então a área Kayapó. Esta edição de Povos Indígenas no Brasil 2006-2010 resume a situação indígena no período por meio 165 artigos assinados, 810 notícias extraídas e resumidas a partir de 175 fontes, 228 fotos e 33 mapas. Inclui pela primeira vez um caderno especial de 32 páginas com imagens de destaques. As informações estão organizadas em seis capítulos temáticos e 19 regionais, totalizando 778 páginas que dão uma visão geral sobre 235 povos indígenas que vivem no Brasil e falam cerca de 180 línguas. Destes, 49 habitam também o outro lado da fronteira, em países que fazem limite com o Brasil.

disponível para compra

Protected Areas in the Brazililian Amazon - Challengs & Opportunities

Autor / Organizador: Adalberto Veríssimo, Alicia Rolla, Mariana Vedoveto e Silvia Melo Futada (org)

Versão em Inglês da publicação produzida pelo ISA e pelo Imazon, Áreas Protegidas na Amazônia Brasileira, avanços e desafios, traz um balanço da criação de Unidades de Conservação e do processo de reconhecimento das Terras Indígenas.

Reforma Agrária e Meio Ambiente

Autor / Organizador: Neide Esterci e Raul Silva Telles do Valle

Publicação do Instituto Socioambiental (ISA) organizada por Neide Esterci, presidente do ISA, e Raul Silva Telles do Valle, da equipe do Programa de Política e Direito Socioambiental (PPDS) do ISA. O livro é um desdobramento da oficina Função Socioambiental da Terra: Reforma Agrária e Meio Ambiente, realizada pelo ISA no II Fórum Social Mundial, em 2002, com a participação de Carlos Frederico Marés de Souza, integrante do Conselho Diretor do ISA e coordenador da área de Direito Socioambiental da PUC/PR, André Lima, da equipe do PPDS, Miguel Pressburguer, fundador da Apoio Jurídico Popular (Ajup), Jacques Alfonsin, professor de Direito Agrário da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), Egídio Brunetto, assentado do Movimento dos Sem-Terra (MST) de SC, entre outros.

esgotado

Rio Negro, Manaus e as Mudanças no Clima

Autor / Organizador: Gustavo Vieira Peixoto Cruz e Saulo Andrade

A publicação, organizada por Saulo Andrade, Gustavo Vieira Peixoto e Marina Antongiovanni, traz os debates, recomendações e sugestões do Seminário-oficina Impactos das Mudanças Climáticas Globais em Manaus e Bacia do Rio Negro, realizado em março de 2008 pelo ISA em parceria com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente e a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. Os debates foram pontuados por duas questões emergenciais propostas pelos organizadores do evento: "Que prejuízos o aumento da concentração de gases de efeito estufa na atmosfera pode trazer para a Bacia do Rio Negro, especialmente a Manaus, onde vive a maior parte de sua população?" "Como cada cidadão e os governantes podem se organizar na tentativa de reduzir essas conseqüências negativas?" As sugestões dos que participaram do evento, de como sociedade e governo podem se preparar para lidar da melhor forma possível com os prováveis efeitos das mudanças climáticas globais na região também estão incluídos na publicação.

disponível para compra

Rotas de Criação e Transformação: Narrativas de origem dos Povos Indígenas do Rio Negro

Autor / Organizador: Geraldo Andrello (org.)

Este livro dá sequência à série iniciada com "Manejo do Mundo. Conhecimentos e práticas dos povos indígenas do rio Negro", publicado em 2010. Como o primeiro, este volume dedica-se a um tema de enorme relevância na vida dos povos indígenas do rio Negro: a inscrição de suas histórias de origem na paisagem natural. Em seu conjunto, os textos aqui reunidos são o resultado de pesquisas colaborativas e de múltiplos diálogos entre pesquisadores brancos e indígenas acerca de como fazer pesquisa, do que e como registrar, de como tratar das histórias contadas pelos mais velhos e de como estimular os mais jovens a se envolver neste tipo de atividade.

disponível para compra

A Defesa dos Direitos Indígenas no Judiciário

Autor / Organizador: Ana Valéria Araújo

Organizado por Ana Valéria Araújo e editado pelo ISA em 1995, 542 p. O livro reúne 8 ações judiciais propostas pelos advogados do NDI, no período de agosto de 1989 a dezembro de 1994, em favor dos direitos das seguintes comunidades indígenas: Gavião da Montanha, Ticuna, Nambiquara (Sararé e Hahaintesu), Guarani (Sete Cerros e Jaguapiré), Waurá, Panará, Araweté, Parakanã, Xikrin do Bacajá, Assurini, Kararaô e Xikrin do Cateté. Cada capítulo é aberto com informações sobre os índios, um mapa, um resumo do problema e uma explicação suscinta da questão judicial. Em seguida, apresenta a transcrição das peças processuais mais importantes daquele caso, incluindo pareceres e decisões proferidas.Autor: (Ana Valéria Araújo (Coord.))

esgotado

A Defesa dos Direitos Socioambientais no Judiciário

Autor / Organizador: Ana Flávia Rocha

Trata-se da atualização do livro “A Defesa dos Direitos Indígenas no Judiciário – Ações Propostas pelo Núcleo de Direitos Indígenas (NDI)”. A nova publicação traz dez casos selecionados por seu caráter paradigmático e com perspectivas de gerar precedentes que influenciem na defesa dos direitos socioambientais no Brasil. Quatro deles foram atualizados e seis são novos. Destes, um está ligado a populações tradicionais indígenas, enquanto os outros relacionam-se aos temas: Parque Nacional das Emas, Defesa da Mata Atlântica e Acesso à Biodiversidade. Todos vêm acompanhados de uma contextualização do momento histórico-político no qual estavam inseridos, fundamentos jurídicos utilizados pelos advogados do Instituto Socioambiental e as principais peças processuais, além de reflexões jurídicas sobre cada ação.
Organização: Ana Flávia Rocha, advogada do ISA.

disponível para compra

A duração da pessoa

Autor / Organizador: Elizabeth Pissolato

A etnóloga Elisabeth Pissolato, professora de Antropologia da Universidade Federal de Juiz de Fora, conta neste livro de que forma os Guarani-Mbya do litoral fluminense buscam seu bem-estar e tudo aquilo que faz a vida durar. Para isso, eles andam, deixando para trás o que lhes traz infelicidade e tristeza, buscando lugares e parentes entre os quais possam viver melhor. Por isso se deslocam na aldeia, da aldeia para a cidade em busca de comida e para vender artesanato e também se deslocam para outros aldeamentos. Estão em movimento constante, refletindo sua visão de mundo, de buscar aquilo que os faz feliz. Elisabeth realiza pesquisas com os Mbya do sudeste brasileiro desde 2001

disponível para compra

Agenda socioambiental 2004

Autor / Organizador: ISA

Tendo os dez anos do ISA como tema, a Agenda 2004 abre com o artigo Amansa Brasil, que aborda mudanças necessárias para um Brasil sustentável. Imagens da história do Instituto Socioambiental estampam as páginas de abertura de mês, impressas em papel couchê: um barco atravessa o Riozinho do Anfrísio, em meio à floresta da Terra do Meio (PA); representantes de povos indígenas participam de momentos importantes da luta política em prol de seus direitos; mapas da Amazônia Legal Brasileira - com as Unidades de Conservação e Terras Indígenas ali existentes - e do Parque Indígena do Xingu (MT); mosaicos sobre as publicações e programas de campo do ISA; e cenas da degradação dos mananciais de São Paulo e da Mata Atlântica conservada no Quilombo de Ivaporunduva, no Vale do Ribeira (SP). As demais páginas da agenda (formato 22 X 16 cm), em papel reciclado, trazem identidade visual diferenciada, inspirada nas publicações do Instituto Socioambiental.

esgotado

Agenda Socioambiental 2005

Autor / Organizador: Instituto Socioambiental

Por meio de um ensaio fotográfico realizado pelo fotógrafo Lalo de Almeida, a Agenda Socioambiental 2005 retrata um pouco das chamadas populações tradicionais - grupos, que vivem em áreas periféricas à sociedade, em relativo isolamento diante do mundo ocidental, capitalista, que construíram formas de se relacionar entre si e com os que os cercam, de um jeito peculiar e diferente. São pescadores, seringueiros, babaçueiros, ribeirinhos, caiçaras, quebradeiras de coco, varjeiros e quilombolas, que compõem a riqueza da biodiversidade brasileira. - Agenda de mesa semanal no formato 16 X 22 cm
- 152 páginas
- capa rígida, miolo 2 cores em papel reciclado
- 12 fotos de autoria do fotógrafo Lalo de Almeida, acompanhadas de textos curtos explicativos na abertura de cada mês
- Registro de feriados e datas comemorativas
- Calendários de 2004 e 2006
- Organizador mensal na abertura de cada mês
- Agenda de endereços

esgotado

Agenda Socioambiental 2006

Autor / Organizador: Instituto Socioambiental

A campanha pela recuperação e conservação das matas ciliares do rio Xingu é o tema da agenda trilíngue 2006 do Instituto Socioambiental. Escrita em português, inglês e espanhol, contém encarte colorido e é ilustrada com fotos de André Villas-Bôas, Beto Ricardo, Pedro Martinelli, Rosa Gauditano e Vincent Carelli, acompanhadas de frases curtas de atores locais, na abertura de cada mês do ano. A campanha iniciou-se em outubro de 2004, a partir de uma mobilização inédita, que reuniu na cidade mato-grossense de Canarana, representantes de povos indígenas, fazendeiros, pequenos agricultores, assentados, pesquisadores de universidades, ONGs, autoridades municipais, estaduais e federais. Foi batizada de 'Y Ikatu Xingu, expressão da língua Kamaiurá que quer dizer "água boa, água limpa do Xingu". A mobilização reúne hoje 31 parceiros, que, ao longo de 2005, desencadearam uma série de ações práticas, visando envolver e sensibilizar as populações dos 35 municípios localizados dentro da Bacia do rio Xingu, no estado de Mato Grosso, para a importância da recuperação e conservação das nascentes do rio.

esgotado

Agenda Socioambiental 2007 (capa 1)

Autor / Organizador: Instituto Socioambiental

Com imagens do fotógrafo Rui Faquini de paisagens, gentes, fauna e flora do Cerrado, a Agenda Socioambiental 2007 do ISA apresenta um panorama de um dos maiores e mais ameaçados biomas do País, cujas regiões abrigam as nascentes de grandes rios brasileiros, como o Xingu, o São Francisco, o Tocantins, o Araguaia, o Paraná, o Parnaíba e o Tapajós. Inclui um mapa de remanescentes que mostra como o desmatamento avança em ritmo acelerado no Cerrado, que perde 30 mil quilômetros quadrados por ano de cobertura vegetal. Se esse ritmo de desmatamento de 1,5% ao ano se mantiver, as paisagens naturais do bioma terão acabado completamente até 2030. A agenda tem textos em português, inglês e espanhol e estará à venda por R$ 20,00, a partir de 20 de novembro. A agenda apresenta duas capas, escolha a de sua preferência e reserve já a sua!

esgotado

Agenda Socioambiental 2007 (capa 2)

Autor / Organizador: Instituto Socioambiental

Com imagens do fotógrafo Rui Faquini de paisagens, gentes, fauna e flora do Cerrado, a Agenda Socioambiental 2007 do ISA apresenta um panorama de um dos maiores e mais ameaçados biomas do País, cujas regiões abrigam as nascentes de grandes rios brasileiros, como o Xingu, o São Francisco, o Tocantins, o Araguaia, o Paraná, o Parnaíba e o Tapajós. Inclui um mapa de remanescentes que mostra como o desmatamento avança em ritmo acelerado no Cerrado, que perde 30 mil quilômetros quadrados por ano de cobertura vegetal. Se esse ritmo de desmatamento de 1,5% ao ano se mantiver, as paisagens naturais do bioma terão acabado completamente até 2030. A agenda tem textos em português, inglês e espanhol e estará à venda por R$ 20,00, a partir de 20 de novembro. A agenda apresenta duas capas, escolha a de sua preferência e reserve já a sua!

esgotado

Agenda Socioambiental 2008

Autor / Organizador: Instituto Socioambiental

O litoral brasileiro é o tema da agenda 2008 do ISA, que homenageia o compositor Dorival Caymmi e é ilustrada com fotos de Roberto Linsker sobre pesca artesanal. A publicação também contém mapas e textos sobre as atuais condições da Zona Costeira e as principais ameaças à preservação do Bioma. Outra novidade é que, na abertura de cada mês, peixes típicos da costa brasileira inspiram receitas culinárias assinadas por grandes cozinheiros e chefs profissionais, como Pedro Martinelli, Alex Atala, Teresa Corção, Neka Mena Barreto, Sandra Marques, Paulo Martins, Mariana Villas-Bôas, entre outros. Os pratos põem à mesa o sabor da diversidade socioambiental presente nos costumes e tradições regionais da nossa costa.

esgotado

Agenda Socioambiental 2009

Autor / Organizador: Beto Ricardo e Bruno Weis

A publicação traz números e mapas sobre a situação das grandes bacias hidrográficas brasileiras, um quadro detalhado sobre os principais mananciais da cidade de São Paulo, que sofre com a ameaça de escassez devido à poluição e ao desperdício. Inclui ensaio fotográfico de Marcos Finotti e fotos de Iatã Cannabrava, Roberto Linsker, Tatiana Cardeal, Kiko Ferrite e Tuca Vieira. Letras de canções e trechos de clássicos da literatura brasileira e mundial, em prosa e verso, acompanham as fotos. Contém ainda dicas úteis para economizar água e energia elétrica, além de palavras de origem indígena relacionadas à água, incorporadas à língua portuguesa.

esgotado

Agenda Socioambiental 2010

Autor / Organizador: Márcio Santilli e Maura Campanili (org)

Mudança climática é o tema da Agenda Socioambiental 2010 inclundo séries históricas sobre o aumento da temperatura, informações, contextualizando os fenômenos climáticos. Traz ainda um ensaio fotográfico do fotógrafo espanhol Daniel Beltrá. Em linguagem acessível o leitor vai entender melhor o que é, afinal, a mudança climática - o aumento da concentração de gases de estufa na atmosfera da Terra - que causa o aquecimento global. Séries históricas sobre o aumento da temperatura médio global, no nível médio do mar, acontecimentos observados ao longo dos últimos 40 anos – aumento das chuvas ou das secas em determinadas regiões, ocorrência de ciclones, furacões etc. - que revelam o que já mudou, fazem parte da publicação.

esgotado

Agenda Socioambiental de Comunidades Quilombolas do Vale do Ribeira

Autor / Organizador: Kátia M. Pacheco dos Santos e Nilto Tatto (org.)

A primeira etapa foi o diagnóstico socioeconômico e ambiental participativo das comunidades com a aplicação de questionários em cada uma delas. A partir dos resultados, as comunidades discutiram soluções para os problemas e dificuldades apontados. O resultado é um conjunto de informações que poderão nortear tanto as comunidades no encaminhamento de suas demandas quanto os gestores públicos responsáveis pela formulação de políticas públicas voltadas ao desenvolvimento sustentável e à conquista da cidadania. As comunidades envolvidas são: Sapatu, André Lopes, Nhunguara, Ivaporunduva, Galvão, Pedro Cubas de Cima e Pedro Cubas, Mandira, São Pedro, Porto Velho, Cangume, Bombas, Morro Seco e Poça.

Almanaque + Agenda

Autor / Organizador: ISA

Aproveite a promoção. Agenda + Almanaque por R$ 45,00. Leia o resumo do conteúdo de cada uma das publicações. Almanaque Brasil Socioambiental A atual edição, revista, atualizada e ampliada, traz curiosidades, dicas, fotos, imagens e gráficos para apresentar um panorama atualizado dos ambientes brasileiros(Amazônia, Cerrado, Mata Atlântica, Caatinga, Pantanal, Pampa e Zona Costeira ) e das grandes questões socioambientais da Terra, com destaque para o aquecimento global, as mudanças climáticas, seus efeitos e desafios em cada região do Brasil. Um mapa-pôster encartado destaca os efeitos da ação humana sobre o território brasileiro. Agenda ISA 2008 O litoral brasileiro é o tema da agenda 2008 do ISA, que homenageia o compositor Dorival Caymmi e é ilustrada com fotos de Roberto Linsker sobre pesca artesanal. A publicação também contém mapas e textos sobre as atuais condições da Zona Costeira e as principais ameaças à preservação do Bioma. Outra novidade é que, na abertura de cada mês, peixes típicos da costa brasileira inspiram receitas culinárias assinadas por grandes cozinheiros e chefs profissionais.

esgotado

Almanaque Brasil Socioambiental

Autor / Organizador: Beto Ricardo e Maura Campanili (editores gerais)

Com doze capítulos temáticos, 75 verbetes e 12 ensaios fotográficos, é uma obra de referência para estudantes e professores de primeiro e segundo graus e também para cidadãos e entidades socialmente responsáveis. Para isso, a publicação aborda com linguagem simples temas como uso sustentável dos recursos naturais, conflitos sociais, problemas urbanos, biodiversidade e depredação ambiental. Também atualiza o olhar sobre as grandes questões socioambientais contemporâneas, mostrando a relação entre elas e alternativas que possam conciliar desenvolvimento com valorização da diversidade socioambiental do País. São 480 páginas e mais de 100 colaboradores em um livro ricamente ilustrado, com mapas, gráficos e tabelas, e muito fácil de consultar, através de remissões nos próprios textos, índice remissivo, siglário e glossário. Conta ainda com uma relação de 395 endereços de organizações governamentais e da sociedade civil ligadas aos temas socioambientais, um mapa-pôster dos Ambientes Brasileiros e o encarte Você sabe o impacto que gera no Planeta?, questionário onde o leitor pode refletir sobre o impacto que suas ações cotidianas exercem sobre o mundo e sobre sua própria qualidade de vida.

esgotado

Ambientalismo no Brasil: Passado. Presente e Futuro

Autor / Organizador: Enrique Svirsky, João Paulo R. Capobianco

Reúne textos, depoimentos e debates apresentados durante um seminário realizado em São Paulo, em setembro de 1996, que contou com a participação dos mais importantes protagonistas da história do movimento ambientalista brasileiro.Autor: (João Paulo R. Capobianco - Coord.)

esgotado

Araweté O Povo do Ipixuna

Autor / Organizador: Eduardo Viveiro de Castro

Síntese do modo de vida, da visão de mundo, da história, dos desafios presentes e as perspectivas futuras dos Araweté, povo tupo-guarani de caçadores e agricultores que há centenas de anos habitam a região entre os médios rios Tocantins e Xingu.Autor: (Eduardo Viveiros de Castro)

esgotado

Áreas Protegidas na Amazônia Brasileira - avanços e desafios

Autor / Organizador: Adalberto Veríssimo, Alicia Rolla, Mariana Vedoveto e Silvia Melo Futada (org)

Publicação produzida pelo ISA e pelo Imazon, Áreas Protegidas na Amazônia Brasileira, avanços e desafios, traz um balanço da criação de Unidades de Conservação e do processo de reconhecimento das Terras Indígenas. Trata de sua implementação e gestão e da situação atual frente ao desmatamento, à mineração, à exploração de madeira e estradas associadas, além das ameaças formais à manutenção dessas áreas.

disponível para compra

Arte Baniwa – cestarias de Arumã

Autor / Organizador: Beto Ricardo

Há mais de 2000 anos, os índios Baniwa, habitantes do Rio Negro, trançam com fibra de arumã uma sofisticada cestaria, famosa por seus grafismos peculiares. Para refazer a trama dessa história, está sendo lançado o Livro de Bolso Arte Baniwa, com textos de Beto Ricardo e imagens de Pedro Martinelli.Autor: (FOIRN/ISA)

disponível para compra

As Linguas Amazônicas hoje

Autor / Organizador: F. Queixalos & Renault - Lescure

Trata-se de uma obra de referência que reúne artigos de lingüistas, antropólogos e educadores analisando os meios e as formas pelos quais centenas de línguas não-européias são utilizadas como instrumento de comunicação verbal por milhares de ameríndios amazônicos.

esgotado

Atlas - Amazonía bajo presión

Autor / Organizador: Beto Ricardo (org.)

Este produto é um dos resultados do esforço de cooperação, iniciado em 2007, entre organizações da sociedade civil e de pesquisa, no âmbito da Rede Amazônica de Informação Socioambiental Georreferenciada (Raisg). A publicação traz informações atualizadas sobre estradas, petróleo e gás, mineração, hidrelétricas, focos de calor e desmatamento, especializadas em mapas para toda a Amazônia, e para a Amazônia de cada país, por áreas rotegidas e territórios indígenas. O atlas inclui um encarte com o mapa Amazônia 2012, Áreas Naturais Protegidas, Territórios Indígenas e Desmatamento (2000-2010).

disponível para compra

Banana orgânica no Quilombo de Ivaporunduva - Uma experiência de desenvolvimento sustentável

Autor / Organizador: Fabio Graf e outros.

Os territórios quilombolas no Vale do Ribeira se caracterizam por extensas áreas conservadas de Mata Atlântica e pela cultura tradicional quilombola. No quilombo de Ivaporunduva, localizado em uma parte desse território, os agricultores quilombolas passaram a desenvolver a agricultura orgânica da banana e se consolidaram no mercado melhorando sua renda e garantindo a sustentabilidade de seu território. A organização dos produtores, as parcerias, a auto-gestão, a assessoria técnica, entre outros itens, estão descritos neste livro, que tem como autores Fábio Graf Pedroso (de cuja dissertação de Mestrado ainda elaboração foram extraídos parte dos textos), Fábio Zanirato, Marcos Gamberini e Karin Ingrid Rettl.

disponível para compra

Biodiversidade na Amazônia Brasileira

Autor / Organizador: João Paulo Ribeiro Capobianco, Adalberto Veríssimo, Adriana Moreira, Donald Sawyer, Iza dos Santos e Luiz Paulo Pinto

Vencedor do Prêmio Jabuti 2003, concedido pela Câmara Brasileira do Livro como melhor obra de não-ficção de 2002 e um dos escolhidos na categoria Ciências Naturais e da Saúde, o livro reúne 27 artigos de conceituados pesquisadores das áreas de botânica, zoologia, ecologia, etnografia, antropologia, sociologia e economia; dezenas de fotos; um extenso banco de dados e mais de 100 mapas da Amazônia Brasileira, além dos resultados do projeto de Avaliação e Identificação das Áreas e Ações Prioritárias para a Conservação, Utilização Sustentável e Repartição dos Benefícios da Biodiversidade da Amazônia Brasileira.
Autores: ISA (Instituto Socioambiental) – IPAM (Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia) – Imazon (Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia) – CI (Conservation International) – GTA (Grupo de Trabalho Amazônico) – ISPN (Instituto Sociedade , População e Natureza).

esgotado

Biodiversity in the Brazilian Amazon

Autor / Organizador: ISA e Editora Estação Liberdade

Vencedor do Prêmio Jabuti 2003, concedido pela Câmara Brasileira do Livro como melhor obra de não-ficção de 2002 e um dos escolhidos na categoria Ciências Naturais e da Saúde, o livro, editado para o inglês, reúne 27 artigos de conceituados pesquisadores das áreas de botânica, zoologia, ecologia, etnografia, antropologia, sociologia e economia; dezenas de fotos; um extenso banco de dados e mais de 100 mapas da Amazônia Brasileira, além dos resultados do projeto de Avaliação e Identificação das Áreas e Ações Prioritárias para a Conservação, Utilização Sustentável e Repartição dos Benefícios da Biodiversidade da Amazônia Brasileira. O editor para a edição em inglês, Anthony Gross, sócio fundador do ISA, explica em nota, que a intenção desta versão para a língua inglesa é colocar à disposição do público de fora do Brasil informações sobre as riquezas e complexidades da biodiversidade da região amazônica e sobre as políticas que tratam de sua conservação, uso sustentável e repartição de benefícios.

disponível para compra

Cantareira 2006

Autor / Organizador:

Carajás: “A Guerra dos Mapas”

Autor / Organizador: Alfredo Vagner B. Almeida

Livro com fontes documentais e comentários acompanhado de um mapa temático produzido para o seminário-consulta "Carajás: desenvolvimento ou destruição", de autoria de Alfredo Vagner B. Almeida.

esgotado

Casa de Transformação. Origem da vida ritual Utapinopona Tuyuka

Autor / Organizador: Flora Cabalzar (Organizadira)

Organizado pela antropóloga Flora Cabalzar, colaboradora do Programa Rio Negro do ISA, a publicação, em língua indígena e em português registra um conjunto de cantos, danças e benzimentos que marcam a vida cultural do povo Tuyuka, que habita a região do Alto Rio Negro, no noroeste amazônico. Os cerimoniais tem função primordial na vida comunitária dos Tuyuka. Influencia dietas alimentares em momentos cruciais, como o parto e o nascimento, a prevenção e cura de doenças, a atribuição dos nomes pessoais. Também evidencia as mudanças permanentes nas formas de expressão e transmissão de conhecimentos entre as gerações, assim como nas formas de habitação e ocupação do espaço ao longo do tempo. A publicação é fruto de parceria entre o ISA e a Associaçlão Escola Indígena Utapinopona Tuyuka.

disponível para compra

Cidade do índio - Transformações e cotidiano em Iauaretê

Autor / Organizador: Geraldo Andrello

O leitor encontra, neste livro, uma história e uma etnografia de Iauaretê, povoado indígena multiétnico situado no médio rio Uaupés, fronteira Brasil-Colômbia, noroeste da Amazônia brasileira. O tratamento das fontes históricas e do material empírico é um exercício dedicado à elucidação das premissas sociocosmológicas pelas quais os grupos indígenas descrevem e vivenciam as transformações sociais que se passaram na região desde o início da colonização no século XVIII. É uma história de mais de dois séculos, vivida por militares, missionários, viajantes, comerciantes, seringueiros, agências indigenistas, instituições do poder local e vários grupos indígenas. Como é de se esperar, é uma história de violências e exploração. Mas, mesmo em seus desdobramentos recentes, quando uma cidade começa a surgir e atrair inúmeros grupos antes dispersos pelas comunidades do rio Uaupés, é preciso atentar para a maneira específica, e sutil, pela qual os índios imprimiram sua marca no processo. Nessa linha, a narrativa visa a um ponto de vista indígena e seu repertório simbólico, guiando-se pelo estilo das próprias descrições nativas e oferecendo um quadro precioso para a compreensão dessa realidade.

esgotado

De volta ao Lago de Leite - Gênero e Transformação no Alto Rio Negro

Autor / Organizador: Cristiane Lasmar

O livro De volta ao Lago de Leite - Gênero e Transformação no Alto Rio Negro, da antropóloga Cristiane Lasmar, do programa Rio Negro do ISA, aborda o deslocamento das populações indígenas que habitam o rio Uaupés para residir na cidade de São Gabriel da Cachoeira, Alto Rio Negro. O objetivo principal é a análise de suas concepções acerca dos brancos e da vida na cidade, com foco especial no discurso e na trajetória das mulheres. A hipótese principal é que a mudança para a cidade se dá com base na expectativa de apropriação de um conhecimento concebido pelos índios como poderoso o suficiente para influenciar o seu destino. Trata-se do primeiro título do ISA a ser publicado em co-edição com a Editora Unesp e o Núcleo Transformações Indígenas (NUTI).

esgotado

Década do impasse: da Rio 92 à Rio+10, A

Autor / Organizador: Washington Novaes

Coletânea de artigos publicados pelo jornalista Washington Novaes nos últimos 14 anos, oferece um panorama de 19 temas relativos às duas principais conferências mundiais sobre meio ambiente. A Rio-92, realizada em junho de 1992, no Rio de Janeiro e a Rio + 10, que se relaizará em Johannesburgo, na África do Sul, a partir de 26/08.

esgotado

Desmatamento evitado (REDD) e povos indígenas

Autor / Organizador: Raul Silva Telles do Valle (org)

Em cinco artigos, os autores reafirmam a certeza de que os mecanismos de REDD oferecem potencial para combater as mudanças climáticas, conservar a biodiversidade e promover o desenvolvimento sustentável. E destacam que para se obter êxito, é necessário reconhecer e proteger os direitos territoriais e os modos de vida tradicionais dos povos indígenas que historicamente conservaram as florestas ao redor do mundo.

disponível para compra

Dicionário de Verbos Português-Yanomama

Autor / Organizador: Helder Perri Ferreira (org.)

O dicionário de verbos é um material direcionado tanto para os yanomami que desejam estudar a língua portuguesa, como para os não indígenas que trabalham com os yanomami e veem a importância de estudar as línguas yanomami para melhor contato e relação com os índios. Para a produção deste dicionário foram escolhidos 666 verbos da língua portuguesa e elaboradas frases ilustrativas para os diferentes sentidos de cada verbo. Posteriormente as frases foram traduzidas para a língua yanomama do Papiu em um longo trabalho entre os professores yanomami e seus assessores, que agora é apresentado neste rico trabalho. Este é um livro que não busca apenas fazer tradução de palavras, mas traduções de mundos, seja através de suas frases ilustrativas, como também das reflexões apresentadas pelos yanomami no início do livro sobre a própria língua, nos levando ao exercício de pensar a diversidade e preservação das línguas indígenas brasileira.

disponível para compra

Diversidade Socioambiental de Roraima

Autor / Organizador: Ciro Campo (Org.)

Esta publicação é uma contribuição para o debate sobre o futuro de Roraima, a partir de uma perspectiva socioambiental. Seu ponto de partida é a diversidade socioambiental do território roraimense, uma unidade fronteiriça da federação no contexto da Pan-Amazônia, da Amazônia brasileira e da bacia do rio Branco, como parte da bacia hidrográfica do rio Negro. Trata-se da primeira publicação do ISA dedicada exclusivamente a Roraima. Faz parte da série "Cartô Socioambiental". Vem somar a outros estudos e iniciativas regionais orientadas para o conhecimento, valorização e fortalecimento da diversidade socioambiental de Roraima. Com esta publicação o ISA deseja inspirar reflexões e visões para se construir uma agenda compartilhada entre vários setores da sociedade roraimense interessados no desenvolvimento com responsabilidade socioambiental, no bem estar da sua população, no respeito a diversidade cultural e das paisagens e na consolidação do Estado Democrático de Direito.

disponível para compra

De Olho na Bacia do Xingu

Autor / Organizador: Instituto Socioambiental - ISA

A bacia do rio Xingu é uma forte referência da diversidade socioambiental da Amazônia brasileira. É uma região de grandes contrastes. Por um lado, possui um dos mais significativos e extensos corredores de áreas protegidas do mundo, que abriga um inédito mosaico da diversidade cultural brasileira, no contexto de uma biodiversidade peculiar que transita entre o Cerrado e a floresta Amazônica.

Páginas