Blog do ISA

Comunidade caiçara se mobiliza em defesa de seu território

O assassinato do jovem caiçara Jaison há pouco mais de um mês levou a Associação de Moradores de Trindade (Amot), comunidade localizada em Paraty, no litoral sul fluminense, a lutar por seus direitos e a denunciar as ameaças que vêm sofrendo. Leia o texto do diretor de comunicação da Amot, Davi Paiva, no qual ele relata essa história

Editorial do ISA. O eterno retorno dos massacres contra índios no Mato Grosso do Sul

Em editorial, o ISA chama a atenção para mais um assassinato de indígena no Mato Grosso do Sul, ocorrido nesta semana. O caso aconteceu na região de Caarapó, no sul do estado, onde já havia acontecido outro assassinato e outros ataques de milícias armadas de fazendeiros contra os Guarani Kaiowa

Iphan ameaçado

Leia artigo da antropóloga e pesquisadora do Museu Goeldi Lucia Van Velthem sobre a criação da Secretaria Especial do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e possíveis sobreposições com as competências do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)

O plano dos ruralistas para detonar o Brasil

A bancada ruralista entregou ao vice presidente Michel Temer uma série de reivindicações, entre elas a paralisação e revisão das demarcações de Terras Indígenas e a extinção do Ministério do Desenvolvimento Agrário. Confira a seguir o artigo de Márcio Santilli, sócio fundador do ISA, sobre essas propostas

Mercado de Pinheiros inaugura Conexão São Paulo-Biomas nesta quarta (16/3)

A Conexão São Paulo-Biomas, é uma iniciativa do Instituto ATÁ em parceria com a Prefeitura de São Paulo, o Instituto Socioambiental (ISA), o Instituto Auá, a Central do Cerrado, o grupo Quintana e o Mocotó Café. São quatro novos boxes: Amazônia, Cerrado, Pampas e Mata Atlântica. Você é nosso convidado. Venha conhecer!

Editorial do ISA: saída de Cardozo do Ministério da Justiça representa algum alívio para os índios?

José Eduardo Cardozo deixou hoje cargo exercido desde o início do primeiro mandato de Dilma Rousseff. Ambos são responsáveis pela pior gestão para os povos indígenas desde a Redemocratização. Omissão de ministro foi especialmente danosa para os Guarani-Kaiowá do Mato Grosso do Sul, povo indígena mais vulnerável do país. Confira no Editorial do ISA

Páginas