Sócios

Versão para impressão

Além dos sócios-fundadores, o ISA tem também sócios efetivos e sócios colaboradores. Os Estatutos do ISA prevêem ainda a categoria de sócios honorários. Veja abaixo quem são os sócios por categoria.

Sócios-fundadores

  • Alícia Rolla - Geógrafa, analista de SIG. Integrou a equipe do PIB/Cedi entre 1985-1994, onde se especializou na obtenção e qualificação de informações geográficas e em cartografia temática relacionada a áreas protegidas. Coordenou o setor de Geoprocessamento do ISA de 2000 a 2004. Integra o Programa Monitoramento de Áreas Protegidas do ISA e a Rede Amazônica de Informação Socioambiental Georreferenciada, da qual o ISA é coordenador.
  • Ana Valéria Nascimento Araújo Leitão - Advogada. Formada pela UERJ (1984), com mestrado em Direito Internacional/Direitos Humanos na /American University/ (Washington, DC), trabalhou no NDI entre 1989-94. Integrou a equipe do setor de Atividades Jurídicas do ISA, do qual foi coordenadora, formulando e acompanhando ações judiciais, sistematizando o conhecimento e organizando publicações, além de ter participado de reuniões e seminários internacionais em nome do ISA. Durante dois anos foi diretora da Fundação Rainforest dos Estados Unidos. Foi coordenadora adjunta do projeto Brasil Socioambiental em 2004/2005. Atualmente é coordenadora executiva do Fundo Brasil de Direitos Humanos.
  • André Junqueira Ayres Villas-Bôas - Indigenista. Trabalhou no Parque Indígena do Xingu (MT), nas áreas Ticuna do Solimões (AM) e Xavante (MT), como funcionário da FUNAI entre 1978 e 1985. Foi chefe da Coordenadoria de Terras Indígenas do Ministério da Reforma e Desenvolvimento Agrário/MIRAD em 1986-87. Foi coordenador adjunto do PIB/CEDI entre 1988-91 e posteriormente seu coordenador geral em 1992-93. Foi sócio fundador do NDI e membro do Conselho Diretor da Fundação Mata Virgem (1991-92). É sócio fundador e membro do Conselho Diretor do Imaflora e da Saúde Sem Limites. Representou o ISA na Amazon Coalition entre 1996-97. Desde final de abril de 2011 é secretário executivo do ISA - cargo que acumulou com a coordenação do Programa Xingu até meados de 2014 .
  • Brunhilde Haas de Saneaux - Professora, austríaca, consultora da Horizont3000, organização austríaca de cooperação ao desenvolvimento que mantém convênio de cooperação com ISA e a Foirn, no âmbito do Programa Rio Negro.
  • Carlos Alberto (Beto) Ricardo - Antropólogo, pesquisador e editor de publicações, ativista com longa experiência no mundo das ONGs no Brasil. Um dos fundadores do CEDI (1974), onde foi secretário geral adjunto por onze anos. Formado em Ciências Sociais pela USP (1972), onde cursou o mestrado. Ex-professor do Colégio Santa Cruz e da Unicamp. Idealizador e coordenador do projeto Povos Indígenas no Brasil/CEDI (1978/1992), membro da Coordenação Nacional da campanha pelos direitos indígenas na Constituinte (1996/1998). Recebeu o Prêmio Ambientalista Goldman/92 (EUA). Sócio fundador da CCPY (1974), do NDI (1989), do ISA (1994) e de Vídeo nas Aldeias (2000). É coordenador do Programa Rio Negro e de maio de 2005 a abril de 2008, também foi secretário executivo do ISA.
  • Carlos Frederico Marés de Souza Filho - Advogado, mestre em Direito Público e professor de Direito Ambiental da PUC-PR. Autor de publicações sobre direito ambiental e indígena. Foi Secretário de Cultura de Curitiba e diretor técnico do NDI. É consultor internacional na área de direitos coletivos e direitos dos povos, participa do ILSA (Instituto Latinoamericano de Servicios Legales Alternativos).
  • Eduardo Viveiros de Castro - Antropólogo. Doutor em antropologia, pesquisador e professor do Museu Nacional/UFRJ. Especialista em etnologia brasileira, realizou pesquisa entre vários povos indígenas. Autor de vários livros e artigos no Brasil e no exterior. Consultor da equipe PIB/CEDI desde 1978, participou da coordenação do Projeto Araweté: Um Intercâmbio Cultural
  • Enrique Svirsky - In memorian - Ambientalista, uruguaio de nascimento, administrador de empresas, mestre em sociologia pela FLACSO. Especializado em elaboração, negociação e avaliação de projetos, trabalhou na CETESB. Foi vice-presidente do ISA e de maio de 2005 a dezembro de 2010 foi secretário executivo adjunto. Enrique faleceu em 3 de dezembro de 2010.
  • Fany Pantaleoni Ricardo - Antropóloga, formada em Ciências Sociais na USP com pós-graduação em Antropologia na Unicamp. Fez parte da equipe do Programa Povos Indígenas no Brasil – do CEDI desde os primeiros tempos até seu término em 1994, como pesquisadora das Terras Indígenas no Brasil, e da série de livros Aconteceu: Povos Indígenas no Brasil. Atualmente coordena a equipe do Programa Monitoramento das Áreas Protegidas e as atividades do tema Povos Indígenas no Brasil. É sócia fundadora do ISA e editora do livro Povos Indígenas no Brasil.
  • Geraldo Andrello - Antropólogo. Formado pela Unicamp, onde fez mestrado a partir de pesquisa de campo com os índios Taurepang de Roraima. Foi chefe da documentação do PIB/CEDI (1992/93) e entre 1994-1996 transferiu-se para São Gabriel da Cachoeira (AM), onde foi pesquisador e assessor de associações e comunidades indígenas no âmbito do Programa Rio Negro do ISA. Leciona na Universidade Federal de São Carlos (SP).
  • Isabelle Vidal Gianinni - Formada em Biologia, tem mestrado em Antropologia Social. É sócia fundadora do ISA onde coordenou equipe técnica interdisciplinar para o desenvolvimento do Projeto de manejo florestal e gestão territorial entre os Kayapó-Xikrin. Como consultora independente atuou na área de educação escolar indígena como pesquisadora no Projeto temático - Educação Indígena desenvolvido pelo Mari - Grupo de Educação Indígena/USP. Atuou como consultora pelo PDPI/PNUD na reformulação de projetos voltados ao etnodesenvolvimento nas TIs Kayapó Kapoto, Kayapó Baú, Krahô e formação de gestores Indígenas na região do Tocantins. No âmbito da FUNAI/PPTAL, participou de GTs para a identificação de Terras Indígenas e nas discussões e elaboração do Manual “Identificação de Terras Indígenas-Relatório Ambiental/Levantamento Etnoecológico” e “Licenciamento Ambiental do Componente Indígena”. Foi consultora do The Nature Conservancy e atua como consultora na elaboração de estudos de licenciamento ambiental (ECI) e detalhamento de Projetos (PBACI) do Componente Indígena relacionados a diferentes empreendimentos. É membro da Associação Brasileira de Antropologia e representa o ISA na Comissão Técnica do Fundo Kayapó.
  • João Paulo Ribeiro Capobianco - Biólogo e ambientalista, especialista em Educação Ambiental pela Universidade de Brasília e doutorando em Ciência Ambiental pela Universidade de São Paulo. É diretor da Métra – Planejamento Socioambiental Estratégico Ltda e presidente do Conselho do Instituto Democracia e Sustentabilidade – IDS. Foi Secretário Nacional de Biodiversidade e Florestas e Secretário Executivo do Ministério do Meio Ambiente (2003 a 2008), quando exerceu, entre outras, as funções de coordenador do Grupo de Trabalho Interministerial de Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia, presidente do Conselho de Gestão do Patrimônio Genético e da Comissão Brasileira de Florestas, vice-presidente do Conselho Nacional do Meio Ambiente e presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade - ICMBio. Foi professor visitante da Universidade de Columbia (2008 a 2009) onde integrou o CEES – Center for Environment, Economy and Society, período em que atuou como pesquisador associado ao Ipam – Instituto de Pesquisa da Amazônia. Fundou e dirigiu várias organizações não governamentais no Brasil, incluindo a Fundação SOS Mata Atlântica, ISA, Rede de ONGs da Mata Atlântica e Fórum Brasileiro de ONGs e Movimentos Sociais para o Meio Ambiente e Desenvolvimento e atualmente o Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS). Integra o Conselho de Administração da Bolsa de Valores Sociais, o Conselho Deliberativo do Instituto Akatu e o Conselho Consultivo do Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social. É autor de diversas publicações entre elas Biodiversidade na Amazônia Brasileira, por ele organizado, que recebeu em 2003 o prêmio Jabuti como melhor publicação em Ciências Naturais e da Saúde e Livro do Ano, pela Câmara Brasileira do Livro.
  • José Carlos de Almeida Libânio - Antropólogo. Foi assessor para o fundo de pequenos projetos da Embaixada do Canadá (1988-89). Sócio fundador do NDI, onde foi secretário executivo (1990), ex-diretor executivo do Greenpeace/BR (1991) e ex-assessor para políticas ambientais do WWF/Brasil (1992-94). Foi assessor para desenvolvimento sustentável do PNUD em Brasília.
  • Juliana Ferraz da Rocha Santilli - In memorian - Promotora de Justiça do Ministério Público do Distrito Federal. É doutora em Direito Socioambiental pela PUC-PR e autora dos livros Socioambientalismo e novos direitos: proteção jurídica à diversidade biológica e cultural (São Paulo:Peirópolis; ISA;IEB, 2005), Agrobiodiversidade e direitos dos agricultores (São Paulo:Peirópolis; IEB, 2009) e Agrobiodiversity and the Law: regulating genetic resources, food security and cultural diversity (Londres, Earthscan, 2012) e de diversos artigos sobre direitos socioambientais. É pesquisadora associada do programa "Populações locais, agrobiodiversidade e conhecimentos tradicionais", desenvolvido pelo Institut de Recherche pour le Développement (IRD) e a Universidade Estadual de Campinas. Participou dos programas de treinamento internacional Contemporary Approaches to Plant Genetic Resources, Conservation and Use, da Universidade de Wageningen, na Holanda, e da École Thématique Internationale Agrobiodiversité: des hommes et des plantes, do Centre de Coopération Internationale en Recherche Agronomique pour le Développement (CIRAD) e do IRD, na França.
  • Márcio Santilli - Filósofo, formado pela Unesp, foi presidente da Funai de setembro de 1995 a março de 1996. Sócio-fundador do ISA, é atualmente coordenador do Programa de Política e Direito Socioambiental. Foi Secretário Executivo, membro do Conselho Diretor, coordenador da Campanha Y Ikatu Xingu e da Iniciativa de Mudanças Climáticas. Atualmente é assessor do Programa Política e Direito Socioambiental do ISA, em Brasília.
  • Marina da Silva Kahn - Formou-se em Ciências Sociais na PUC-SP no final dos anos 1970 e cursou o mestrado na UnB, sem defender a dissertação, no final dos anos 1980. Quase perto de virar o século XXI fez uma especialização em Políticas Públicas na Lyndon Johnson School of Public Affairs em Austin, TX, que culminou em estágio de seis meses em Washington, no setor brasilianista do Banco Mundial. Sua participação em fóruns acadêmicos, seminários e palestras foram guiados por sua inserção no indigenismo. Tem artigos em revistas científicas sobre educação escolar indígena. A partir de maio de 2008 passou a integrar o Conselho Diretor.
  • Mário Mantovani - Geógrafo. Ambientalista, especialista em manejo de recursos hídricos, coordenador do Núcleo União Pró-Tietê (SOS/MA). Fundador e secretário da Associação Nacional de Municípios e Meio Ambiente. Atualmente é diretor de relações institucionais da Fundação SOS Mata Atlântica.
  • Neide Esterci - Antropóloga. Doutora em antropologia, é professora e coordenadora aposentada do Núcleo de Estudos Rurais da UFRJ. Foi sócia do Cedi, onde foi membro da diretoria e coordenadora do Programa Movimento Camponês. Pesquisadora, autora de vários artigos e publicações: Cooperativismo e coletivização no campo: questões sobre a prática da Igreja Popular no campo (organizadora); Conflito no Araguaia: peões e posseiros contra grandes empresas (autora); Assentamentos rurais: diversidade e perspectivas para uma política de Reforma Agrária (co-organizadora); Escravidão: fronteiras sociais da desigualdade (autora). Foi presidente do ISA de 2001 a abril de 2010. Retornou à presidência em 2011 onde ficou até 2014.
  • Ricardo Azambuja Arnt - Jornalista. Ex-Revista Planeta, Exame, TV Bandeirantes, Folha de São Paulo, Jornal do Brasil e Jornal Nacional da TV Globo. Autor dos livros: O que é Política Nuclear (1983); A Guerra deles: O Armamentismo e o Brasil (1985); Um Artifício Orgânico: Transição na Amazônia e Ambientalismo (1992); O Destino da Floresta (1994); Panará: A Volta dos Índios Gigantes (1998); Jânio Quadros: o Prometeu de Vila Maria (2004); e O que os Economistas Pensam sobre Sustentabilidade (2010). É sócio fundador do ISA.
  • Rubens Ramos Mendonça - Engenheiro florestal. Ambientalista, fundador do Movimento Pró-Juréia, vice-presidente do 5 Elementos - Instituto de Educação e Pesquisa Ambiental, chefe da Divisão Técnica da Superintendência do IBAMA/SP e professor convidado do Depto. de Ciências Florestais da ESALQ/USP. Foi coordenador do projeto Xikrin do ISA de março de 2001 até o final de 2002. Atualmente está no serviço Florestal Brasileiro (SBF)
  • Sérgio Barros Leitão - Advogado, especializou-se em formular e acompanhar ações judiciais na área de direitos coletivos. De 1990 a 1994, trabalhou no Núcleo de Direitos Indígenas (NDI), uma das organizações que deu origem ao Instituto Socioambiental. Fundador do ISA, foi coordenador das atividades jurídicas até dezembro de 1999. Trabalhou como assessor da presidência da Funai até maio de 2000 e em seguida assumiu o cargo de assessor especial do Ministério da Justiça, no qual permaneceu até a saída do ministro José Gregori em setembro de 2001. De novembro de 2001 a janeiro de 2002 foi assessor da Conselho de Acesso ao Patrimônio Genético do Ministério do Meio Ambiente. Durante dois anos foi colaborador voluntário da Fundação Rainforest dos Estados Unidos. Foi Diretor Executivo do ISA entre janeiro de 2004 e maio de 2005. Foi diretor de Políticas Públicas do Greenpeace-BR e atualmente integra o Conselho Diretor do Instituto Escolhas
  • Sérgio Mauro de Souza Santos Filho - Engenheiro e analista de sistemas formado pela USP (1979). Trabalhou no Setor de Processamento de Dados do CEDI. A partir de 1991 foi o responsável técnico pela implantação do laboratório de informações geográficas e sensoriamento remoto do PIB/CEDI. Especializou-se em Sistemas de Informações Geográficas. Representou o ISA participando de reuniões e seminários nacionais e internacionais. Coordenou a implantação de um novo banco de dados socioambiental do ISA e de uma linha dedicada na Internet. Foi Secretário Executivo Adjunto e vice-presidente do Instituto e Secretário Executivo entre maio de 2008 e abril de 2011.
  • Stephan Schwartzman - Sócio fundador do ISA é PHD em Antropologia pela Universidade de Chicago. É Diretor de Políticas para Florestas Tropicais no Programa de Clima Internacional da Environmental Defense (ED), ONG norte-americana especializada em meio ambiente, que coopera com o ISA no Projeto Panará. Realizou pesquisas e tese de doutorado com os Panará (Krenhakarore) quando estes ainda viviam no Parque Indígena do Xingu. Em seguida, trabalhou com o ISA apoiando os Panará na recuperação de parte de seu território tradicional no Rio Iriri. Conduziu a primeira pesquisa socioeconômica relativa à proposta de Reservas Extrativistas da Cachoeira do Seringal, em Xapuri (Acre) e acompanhou o líder seringueiro Chico Mendes em duas viagens que ele fez aos Estados Unidos antes de ser assassinado.
  • Tony Gross - Cientista político com pesquisa de campo entre os índios Apurinã (AM) e os seringueiros de Xapuri (AC). No Brasil foi representante da Oxfam (1982-87), coordenador do projeto socioambiental do CEDI (1989-93), coordenador nacional do Fórum Global na Rio-92 (1991-93), consultor do Ministério do Meio Ambiente (2005-12) e Assessor Especial do Governo do Acre (2009-2010). Foi diretor executivo adjunto do Centre for Our Common Future (Genebra 1994), oficial do Secretariado da Convenção sobre Diversidade Biológica (Genebra e Montréal 1994-2001), diretor da Foundation for International Environmental Law and Development (Londres 2002-2003). Recebeu o Prêmio Chico Mendes de Florestania (Acre 2004). Desde 2004 é Pesquisador Sênior da Universidade das Nações Unidas.

Sócios efetivos

  • Adriana Ramos - Coordenadora do Programa de Política e Direito Socioambiental está no ISA desde 1995. Estudou comunicação social e atua no campo das politicas socioambientais há mais de 20 anos. Coordena o Grupo de Trabalho de Florestas do Fórum Brasileiro de ONGs e Movimentos Sociais para o Meio Ambiente e o Desenvolvimento (FBOMS) e é secretaria executiva do Fórum Amazônia Sustentável. Representou o FBOMS no Comitê Orientador do Fundo Amazônia de 2008 a 2013 e foi representante das entidades ambientalistas de âmbito nacional no Conama por dois mandatos. Foi secretaria executiva adjunta do ISA até 2014.
  • Aloisio Cabalzar - Antropólogo, graduado em Ciências Sociais e mestre em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo. coordenador adjunto do Programa Rio Negro, trabalha no Rio Tiquié desde 1991, e entrou no ISA em 1996. Trabalhou na demarcação das cinco Terras Indígenas do Alto Rio Negro em 1997, na formação do banco de dados das comunidades do Alto e Médio Rio Negro. No Tiquié tem coordenado e colaborado em vários projetos, relacionados ao manejo ambiental, pesquisas conjuntas com conhecedores e jovens indígenas, calendário ecológico e sociocultural. Organiza publicações a partir dos projetos desenvolvidos e uma delas, Manejo do Mundo, recebeu o prêmio Jabuti em 2011.
  • Antônio Nobre - Agrônomo formado pela Universidade de São Paulo é PHD em Earth System Sciences pela Universidade de New Hampshire (EUA). É pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) e o representa junto ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Trabalha em vários tópicos na agenda de desenvolvimento sustentável para a Amazônia e integra vários comitês científicos superiores entre eles o Global Carbon Project
  • Aurélio Rios - Resumidamente, sou brasileiro, nascido em Minas Gerais, exerço o cargo de Subprocurador Geral da República, e atualmente exerço a função de Procurador Federal de Defesa dos Cidadãos.
  • Caio Luiz Carneiro Magri - Sociólogo pela Universidade de São Paulo (USP), é Gerente Executivo de Políticas Públicas do Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social. É integrante do Movimento Nossa São Paulo e representante do Instituto Ethos no Fórum Amazônia Sustentável.
  • Deborah de Magalhães Lima - Fez a graduação em Ciências Biológicas na Universidade Federal do Rio de Janeiro (1980) e o mestrado e o doutorado em Antropologia Social na Universidade de Cambridge (1982-1992). Atualmente é Professora Associada IV da Universidade Federal de Minas Gerais. Atua principalmente em questões ligadas à Antropologia de Populações Tradicionais, geralmente na Amazônia e enfocando os seguintes temas: socioambientalismo, unidades de conservação de uso sustentável, RDS Mamirauá e Amanã e várzea do Rio Solimões. Em Minas Gerais, coordena o Núcleo de Estudos em Populações Quilombolas e Tradicionais - NuQ, da UFMG, com o qual realizou vários trabalhos com grupos afro-descendentes, em especial quilombos, e um grupo Calon da cidade de Belo Horizonte.
  • Fernando Mathias Batista - Bacharel em Direito pela PUC de São Paulo, trabalhou no ISA por dez anos e atualmente é assessor da organização Ajuda da Igreja Norueguesa – NCA (Church Aid).
  • Gisela Moreau - Formação em dança e artes plásticas pela PUC. Faz assistência de coordenação no Centro de Educação Ambiental São Paulo. É sócia fundadora da Associação Sambatá Música e Cultura e da Oscip Bem Comum. É diretora da empresa Crisantempo Produções Artísticas e coordena o Cineclube Socioambiental Crisantempo. É sócia do ISA desde 2009 e tem apoiado atividades do Programa Xingu e do Programa Rio Negro em Roraima, além de acolher atividades do instituto em seus espaços culturais em SP.
  • José Eli da Veiga - Doutor em Economia pela Universidade de Paris, é Professor Sênior do Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo. A questão do desenvolvimento sustentável está no centro de suas preocupações há quatro décadas, desde quando trabalhou no Instituto Nacional de Pesquisa Agronômica da França, no início da década de 1970. Colunista do jornal Valor Econômico e da revista Página22, tem 21 livros publicados.
  • Jurandir Mendes Craveiro Jr. - Atual presidente do ISA, é, há 35 anos,um dos principais profissionais de planejamento de marca e comunicação do Brasil. Foi Head de Planejamento da JWT para a América Latina nos anos 1990, planejando marcas da Unilever, Nestlé, Ford, Credicard, Shell, Brasil Telecom, TIM etc. Na década seguinte, foi um dos fundadores da agência de comunicação NBS (http:// nobullshit.com.br) e planejador do case de marca da operadora de telefonia móvel Oi, desde a sua concepção e lançamento até a sua expansão no mercado durante anos seguidos. É também um dos fundadores, ex-dirigente e atual diretor-vice-presidente do Grupo de Planejamento no Brasil. Desde 2010 é consultor de Marca e Comunicação e sócio-diretor da i2 Ideias e Inventos Ltda.
  • Leão Serva - É jornalista, dirige a agência de conteúdo Santa Clara Ideias. Trabalhou como editor e diretor em várias publicações, tais como Folha de S.Paulo, Jornal da Tarde, Notícias Populares, Lance!, Placar e Diário de S.Paulo. Foi fundador do site de notícias Último Segundo (www.ultimosegundo.com.br), do portal iG. Entre 2005 e 2009 foi assessor de imprensa da Prefeitura de S.Paulo. É autor, entre outros livros, de "A Batalha de Sarajevo" (Scritta, 1994); "Jornalismo e Desinformação" (Senac, 2001), "Cidade Limpa" (Clic, 2006) e "Como Viver em São Paulo Sem Carro" (Santa Clara Ideias).
  • Manuela Carneiro da Cunha - Doutora em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) é professora titular da Universidade de Chicago e membro da Academia Brasileira de Ciências. Foi presidente da Associação Brasileira de Antropologia (ABA) e lecionou na Unicamp e na Universidade de São Paulo. Tem nove livros publicados.
  • Marcelo Salazar - Engenheiro de produção pela UFSCar. Trabalhou com matérias primas para o mercado cosmético na Rhodia S.A, foi gerente de negócios do Instituto de Tecnologia de Software e guia de turismo de aventuras na Grade VI. Ingressou nos trabalhos com populações ribeirinhas na Amazônia como voluntário do Núcleo de Apoio à População Ribeirinha da Amazônia (NAPRA) em 2000, atuando no Rio Madeira-RO. Foi consultor para planos de gestão de Unidades de Conservação, formação de conselhos e apoio comercialização de Produtos Florestais Não Madeireiros até ingressar no ISA em 2007.
  • Marcos Wesley de Oliveira - A formação em Teologia serviu como porta de entrada para o mundo indígena. Depois de uma temporada entre os Guarani Kaiowá, trabalhou com os Kanamari do Médio Rio Juruá (AM) e depois com os Yanomami, povo ao qual está ligado há mais de 20 anos. Atuou principalmente nas áreas de educação, apoio à organizações indígenas e fortalecimento cultural. No ISA é coordenador adjunto do Programa Rio Negro, responsável pelo ISA Roraima. Nos últimos anos dedica-se também a projetos relacionados à cultura musical indígena, por meio da organização Som das Aldeias, tendo o privilégio de conhecer as músicas de mais de 30 povos da região norte do Brasil.
  • Mariana Moreau
  • Marussia Whately - Coordenadora do coletivo Aliança pela Água. Foi coordenadora do projeto do Imazon em parceria com o Programa Municípios Verdes do governo do Pará e CLUA - Climate and Land Use Alliance. Em 2010, coordenou, com Pedro Leitão e Tasso Azevedo a equipe de produção de conteúdo da campanha presidencial Marina Silva/Guilherme Leal. Foi coordenadora executiva do Instituto Democracia e Sustentabilidade até setembro de 2011. É organizadora e autora de várias publicações sobre proteção de mananciais, saneamento e gestão territorial urbana e peri-urbana. Trabalhou por 10 anos no ISA coordenando o programa Mananciais de São Paulo e a Campanha De Olho nos Mananciais. Formada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Mackenzie (1997) com especialização em gestão de recursos hídricos e meio ambiente urbano (Unicamp/ABES, 1998>.
  • Mauro Almeida - Doutor em Antropologia pela Universidade de Cambridge (UK), é professor aposentado da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), onde continua a ministrar cursos e orientar pesquisas como colaborador do programa de Mestrado e Doutorado em Antropologia Social. Coordena projetos de pesquisa com a participação de pesquisadores seringueiros no Instituto da Biodiversidade da Universidade da Floresta, no Acre.
  • Paulo Afonso Garcia - Administrador de empresas. Atuando na área ambiental desde 1990. Foi gerente de planejamento da CETESB, assessor do Secretário Fabio Feldmann, presidente da Fundação Florestal de São Paulo, coordenador de planejamento da Secretaria Estadual do Meio Ambiente, assistente executivo da coordenadoria estadual de educação ambiental e, atualmente, atua no FECOP – Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição. Conselheiro fiscal do ISA e do Instituto 5 Elementos há mais de dez anos, e conselheiro fiscal do IDS - Instituto Democracia e Sustentabilidade há 3 anos.
  • Paulo Junqueira - Psicólogo, com especialização em psicologia infantil e crianças e adolescentes em situação de risco social. Desde 2002 é coordenador adjunto do Programa Xingu, responsável pelas atividades no Parque do Xingu e TI Panará. Sócio honorário da Associação Indígena Kisêdjê, trabalhou na Fundação Abrinq, no Instituto Ecoar pela Cidadania e foi presidente da Cooperativa de Profissionais em Atenção a Criança, Adolescente e Família entre outros.
  • Percival Caropreso - Publicitário, trabalhou 30 anos na McCann-Erickson em quatro diferentes períodos. Há mais de 23 anos participa de projetos de comunicação para o fortalecimento e desenvolvimento do Terceiro Setor no Brasil de forma militante e voluntária, como cidadão. Como profissional, é fundador da Setor 2 ½ - Assessoria de Planejamento Estratégico em Responsabilidade Social e Sustentabilidade para Empresas e ONGs.
  • Raul Telles do Valle - Bacharel em Direito (1998 - Universidade de São Paulo), advogado, Mestre em Direito Econômico (2002 - Universidade de São Paulo), ex-professor de Direito Ambiental do curso de Gestão Ambiental do Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio - SENAC, chegou ao ISA em 2000 e foi coordenador do Programa de Política e Direito Socioambiental.
  • Renata Cook - Artista plástica e profissional de Comunicação, Pesquisa e Planejamento Estratégico. Co-fundadora e sócia da Setor 2 1/2, assessoria em Comunicação Corporativa em Responsabilidade Socioambiental e Sustentabilidade, empresa parceira do ISA desde 2006. Trabalha com empresas, institutos, fundações, entidades da sociedade civil e movimentos encontrando lógicas, interesses e resultados comuns na defesa de causas socioambientais. Trabalhou em agências de propaganda, foi gerente de Comunicação da Fundação Abrinq e presidente da RSPC Planejamento e Marketing.
  • Rodrigo Junqueira - Engenheiro agrônomo pela ESALQ/USP, mestre em Ciência Ambiental pelo PROCAM/USP, especialista em projetos e iniciativas de adequação socioambiental e sistemas de produção sustentáveis. Coordenador do Programa Xingu desde 2014, liderou a Campanha Y Ikatu Xingu, uma campanha de responsabilidade socioambiental compartilhada, que tem como mote a proteção e a recuperação de nascentes e matas ciliares dos formadores do Rio Xingu envolvendo diferentes atores. Coordena também a Rede de Sementes do Xingu, iniciativa para valorizar a floresta, que conserva e gera renda aos povos indígenas e agricultores familiares.
  • Washington Novaes - Bacharel em Direito pela Universidade de São Paulo, é jornalista há 56 anos. Foi repórter, editor, diretor e colunista em várias das principais publicações brasileiras, entre as quais Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, Jornal do Brasil, Última Hora, Veja e Visão. Na televisão, foi editor-chefe do Globo Repórter, editor do Jornal Nacional e comentarista do Globo Ecologia e de telejornais das redes Bandeirantes e Manchete. Atualmente, é colunista dos Jornais O Estado de S. Paulo e O Popuar (de Goiânia, onde reside) e é consultor de jornalismo da TV Cultura, supervisor e comentarista dos programas Repórter Eco e Biodiversidade Debate.