Fique sabendo o que aconteceu na semana de 15 a 22 de setembro

Versão para impressão

Mais um quilombola assassinado na BA, conflito de terra entre os Kaingang no RS, operação contra o garimpo na TI Yanomami e outras notícias. Leia mais

Esta semana, o presidente Michel Temer abriu a 72ª Assembleia Geral da ONU (19), em Nova York, comemorando a suposta queda do desmatamento na Amazônia, mas foi desmentido em seguida pelo movimento #Resista, que reúne mais de 150 organizações da sociedade civil. Os indígenas do Xingu foram à capital federal para protestar contra o loteamento político da saúde indígena , enquanto representantes da Associação Terra Indígena Xingu (Atix) recebiam em Nova York o Prêmio Equatorial da ONU, em reconhecimento ao seu trabalho pioneiro na certificação e venda do mel orgânico.

A Justiça Federal em Brasília (TRF1) paralisou mais uma vez as obras da UHE Belo Monte por conta das más condições das moradias construídas para abrigar as centenas de famílias ribeirinhas despejadas em Altamira (PA). E no palco principal do Rock in Rio, o discurso de Sônia Guajajara, da Articulação dos Povos Indígenas no Brasil (Apib), em defesa dos povos indígenas e da Amazônia, gerou grande repercussão nas redes sociais.

Veja o que mais aconteceu com os povos indígenas, quilombolas, populações tradicionais e o meio ambiente nesta semana.

Na Bahia, mais uma liderança quilombola é assassinada

O líder comunitário Binho, do Quilombo dos Palmares, foi morto a tiros na manhã da terça feira (19) no município de Simões Filho, região metropolitana de Salvador (BA). É a décima liderança quilombola assassinada no estado em 2017. Saiba mais.

Arrendamento da terra gera conflitos entre indígenas no norte do RS

As lideranças Kaingang da TI Ligeiro, em Charrua (RS), se reuniram nesta terça (19) na coordenação regional da Funai, em Passo Fundo, pata tentar solucionar a disputa interna que fez com que cerca de 400 deles fossem expulsos do local. Primeiro eles ficaram alojados na Coordenação Técnica Local da Funai em Tapejara, e depois foram levados para o ginásio municipal de Charrua. Para o delegado da Polícia Federal, Mauro Vinícius de Moraes, a divisão da renda gerada por arrendamentos de terra está na base da disputa. No domingo (17), um indígena foi morto no ginásio municipal de Charrua. De acordo com testemunhas, os responsáveis teriam entrado com um carro no pátio do ginásio e em seguida teriam atirado e atingido a vítima. Na semana passada, cinco pessoas foram presas durante uma operação conjunta da PF e Brigada Militar. O conflito, que já dura um mês, resultou também no incêndio de casas e veículos dentro da Terra Indígena. Em 2014, o Ministério Público Federal emitiu recomendação à Funai, Polícia Federal e Brigada Militar para coibir os conflitos na TI Ligeiro.
Saiba mais.

Mulheres Guarani e Kaiowá se reúnem na Grande Assembleia

Entre 18 e 22/9 realizou-se a quinta edição do Kuñangue Aty Guasu, Grande Assembleia das mulheres Guarani e Kaiowá, no Tekoha Kurusu Amba, aldeia situada na TI Bacia Iguatemipegua. Em processo de identificação e delimitação pela Funai desde 2008, a TI se localiza no município de Coronel Sapucaia (MS), próximo à fronteira com o Paraguai. A aldeia é uma das áreas retomadas pelos Kaiowá na região, marcada por frequentes ataques de fazendeiros que reivindicam sua propriedade. Saiba mais na entrevista concedida por Alda Silva, Lucila Juca e Flávia Arino Nunes, todas mulheres Kaiowá, ao jornal Progresso, de Dourados.

Operação apreende ouro e detém garimpeiros na TI Yanomami

No primeiro dia da Operação Curaretinga X na TI Yanomami, a 1ª Brigada de Infantaria da Selva, do Exército Brasileiro, apreendeu dois quilos de ouro e deteve 18 suspeitos de prática ilegal de garimpo que tentavam escapar. Saiba mais.

Espécie rara e ameaçada de sapo é descoberta em Minas Gerais

A nova espécie do gênero Crossodactylodes foi descoberta no Parque Estadual da Serra Negra, em Itamarandiba (MG). Os animais desse gênero vivem em bromélias, têm distribuição restrita em áreas de montanha da Mata Atlântica, são raros e estão ameaçados de extinção. Saiba mais.

Queimadas em UCs em todo o país

No Parque Nacional da Ilha Grande, um incêndio que atinge a unidade desde o dia 11 já consumiu cerca de 15 mil hectares. No Distrito Federal, a estiagem prolongada causou diversos focos de incêndio, como na Flona de Brasília que está queimando desde domingo (17). O fogo que se iniciou também no mesmo dia no Parna Caparaó, no Espírito Santo, parece ter sido controlado com a ajuda da chuva que caiu na região.

Saiu nos Diários Oficiais


Na Bahia, três novas Reservas Particulares do Patrimônio Natural são estudadas

O ICMBio analisa as propostas de criação das RPPN do Limoeiro, com área de 20,22 hectares, e São Bernardo Barrinha, com 4,80 hectares, no município de Ubatã - ambas do Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul da Bahia (IDES). Também está em estudo a criação da RPPN Serra Bonita V, com 10,20 ha, no município de Camacan, do Instituto Uiraçu.
Leia mais sobre as RPPNs .


Regimento do conselho consultivo da APA Morros Garapenses (MA) é aprovado

A APA Morros Garapenses fica na região leste do sertão maranhense. O instrumento - publicado no Diário Oficial do Estado do Maranhão (13/09/2017) - pactua as regras de funcionamento do conselho gestor, assessorando-o a cumprir suas funções para melhor implementação da Unidade de Conservação.

Imagens: 

Comentários

O Instituto Socioambiental (ISA) estimula o debate e a troca de ideias. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião desta instituição. Mensagens consideradas ofensivas serão retiradas.