Confira a mesa “Tristes Trópicos”, na Flip 2014, com Beto Ricardo e Viveiros de Castro

Esta notícia está associada ao Programa: 
Antropólogos falam de pensamento ameríndio, a luta dos povos indígenas no Brasil por seus direitos e sua situação atual, entre outros assuntos
Versão para impressão

Um dos eventos mais concorridos da 12ª Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), realizada na semana passada, foi a mesa “Tristes Trópicos”, com os antropólogos Beto Ricardo e Eduardo Viveiros de Castro, ambos sócios fundadores do ISA. Nela, os dois falaram de pensamento ameríndio, a luta dos povos indígenas no Brasil por seus direitos e sua situação atual, entre outros assuntos. A mediação foi da jornalista Eliane Brum. Veja abaixo trechos do vídeo e a íntegra do àudio da conversa.

Trechos em vídeo

Áudio na íntegra

ISA
Imagens: 

Comentários

O Instituto Socioambiental (ISA) estimula o debate e a troca de ideias. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião desta instituição. Mensagens consideradas ofensivas serão retiradas.