Os produtos da floresta e suas incríveis histórias e desafios

Esta notícia está associada ao Programa: 
Apresentação de Jeferson Straatmann (ISA) no seminário FRUTO traz a importância do apoio às comunidades tradicionais em construir novas relações com o mercado. Assista à palestra na íntegra
Versão para impressão




O seminário internacional FRUTO | Diálogos do Alimento, organizado pelo chef Alex Atala e pelo produtor cultural Felipe Ribenboim, em parceria com o Instituto ATÁ, trouxe a São Paulo, em janeiro deste ano, 30 apresentações de especialistas nos ramos da sustentabilidade, da ciência, da gastronomia, bem como representantes da indústria.

O engenheiro de produção Jeferson Straatmann, hoje coordenador do projeto Territórios da Diversidade, do Instituto Socioambiental (ISA), contribuiu com a apresentação Da floresta à mesa: dos conhecimentos ancestrais às novas aplicações, que trouxe a importância do apoio às comunidades tradicionais – indígenas, extrativistas, ribeirinhos e quilombolas – em construir novas formas de relação com o mercado, em busca de transparência e inovação nas cadeias de valor.

"Através do engajamento maior das comunidades, do engajamento de atores buscando soluções de políticas públicas, de engajamento da sociedade, de consumo consciente dos produtos, de entendimento da origem destes produtos é que vamos chegar em uma relação mais justa, em que as comunidades recebem não pelo produto extraído, mas pelo valor que esses produtos têm", disse Straatman.

Assista abaixo à apresentação completa.

O ISA trabalha há mais de uma década no apoio à estruturação das cadeias de valor de produtos da sociobiodiversidade. O objetivo do projeto Territórios da Diversidade Socioambiental, financiado pela União Europeia, é fortalecer e estruturar relações sólidas com o mercado e construir melhorias na qualidade e gestão dos diferentes arranjos produtivos organizados por povos indígenas e comunidades tradicionais.

ISA

Comentários

O Instituto Socioambiental (ISA) estimula o debate e a troca de ideias. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião desta instituição. Mensagens consideradas ofensivas serão retiradas.