Quilombolas do Vale do Ribeira festejam dez anos de sua feira de sementes

Esta notícia está associada ao Programa: 
Venha comemorar com as comunidades quilombolas do Vale do Ribeira e participar da décima edição da feira de sementes e mudas, com apoio do ISA e parceiros. Será no próximo 19 de agosto, na cidade de Eldorado (SP), com debates, barraquinhas na praça, apresentações culturais e show de encerramento
Versão para impressão



Bate papo sobre os territórios e as ameaças aos direitos quilombolas na parte da manhã, feira de troca de sementes e mudas à tarde com apresentações culturais de cantores quilombolas, fandango, dança da Nhá Maruca, cantores quilombolas, capoeira e encerramento com um show dos violeiros Levi Ramiro e Paulo Freire promovido pelo Sesc Registro. É desse jeito que os quilombolas do Vale do Ribeira vão celebrar a edição de dez anos da Feira de troca de sementes e mudas tradicionais das comunidades, que acontece na cidade de Eldorado (SP), na Praça Nossa Senhora da Guia, no próximo dia 19 de agosto.

A mesa de bate papo sobre os territórios quilombolas vai contar com a presença da Conaq (Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas), representada por seu coordenador Denildo Biko Rodrigues, que nasceu no quilombo de Ivaporunduva, em Eldorado, e por Ronaldo dos Santos, do quilombo Campinho, de Paraty (RJ). Além deles, participarão do debate Débora de Almeida, do Quilombo São Pedro, e Osvaldo dos Santos, do Quilombo Porto Velho, que contribuem com a organização da feira desde seu início. Eles irão falar sobre a relação da feira com a luta pela terra. Nunca é demais lembrar que sem território titulado a sobrevivência das comunidades, sua reprodução social e cultural fica seriamente ameaçada

Nesses dez anos de trocas de sementes e mudas entre as comunidades muito se avançou. Mais de 200 variedades foram compartilhadas. Um Paiol de sementes foi criado para armazená-las. E mais e mais variedades foram sendo trazidas a cada edição da feira, fortalecendo o Sistema Agrícola Tradicional Quilombola. Os debates sobre temas diversos e atuais como mudanças climáticas, segurança alimentar, biodiversidade, agricultura tradicional, que sempre precederam as edições da feira, focaram e continuam a focar na importância das roças que garantem os alimentos e geram renda para as comunidades.

A fundação da Cooperquivale – Cooperativa dos Quilombos do Vale do Ribeira – foi mais um gol marcado pelas comunidades nesta década. Hoje, são comercializados mais de 80 toneladas mensais de produtos de suas roças para os programas de governo como o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e o PAA (Programa Nacional de Aquisição de Alimentos). Mais recentemente, como resultado do fortalecimento do Sistema Agrícola Tradicional Quilombola, algumas comunidades vêm retomando a realização dos mutirões da colheita de arroz. O trabalho coletivo fortalece os vínculos e reforça a identidade cultural dos quilombolas.

Além de conhecer as variedades de milho, arroz, batata, cará, inhame entre outros produtos, você poderá experimentar durante a Feira de Troca de Sementes e Mudas as delícias da culinária quilombola como a taiada, a rapadura, o bolo de roda, a banana chips entre outros.

Você é nosso convidado! Venha comemorar, dançar e cantar com a gente.

Serviço

O que: Feira de Troca de sementes e Mudas do Vale do Ribeira (SP)
Quando: 19/8 - das 10h às 21h (confira a programação abaixo)
Onde: Eldorado (SP)
Confirme sua presença e convide seus amigos!

Programação

10 às 12h – Debate “10 anos de feira de troca de sementes e mudas das comunidades quilombolas” e “Território e conjuntura”. Local: EE Dr Jayme Almeida Paiva
12h às 14h - Almoço tradicional quilombola
14h às 18h – 10ª Feira de Troca de Sementes e Mudas Tradicionais Quilombolas do Vale do Ribeira. Apresentações de dança Nhá Maruca, grupo de fandango batido de São Gonçalo, violeiros e grupos de capoeira. Local: Praça Nossa Senhora da Guia.
19h – Show de encerramento com Levi Ramiro e Paulo Freire. Local: Praça Nossa Senhora a Guia

ISA

Comentários

O Instituto Socioambiental (ISA) estimula o debate e a troca de ideias. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião desta instituição. Mensagens consideradas ofensivas serão retiradas.